16.9.08

Minestrone

Minestrone

Talvez se lembrem de um certo minestrone na minha visita à Eslovénia que fez dessa refeição uma das mais memoráveis dos últimos tempos. Andei a salivar só de pensar no bendito minestrone feito com cevada, feijão frade e ervilhas secas, que a senhora do restaurante fez o favor de me enumerar. Talvez o meu minestrone não saiba ao mesmo por lhe faltar as montanhas ou talvez eu tenha imaginado que ela me falou em louro e afinal fosse outra coisa qualquer... De qualquer forma e porque o Outono caminha de pézinhos de lã para esta parte do globo, eu e o Provador comemos e repetimos!

Minestrone

2 cenouras médias, às rodelas
1 cebola média, picada
1 courgete pequena, ralada grosseiramente
1 nabo pequeno, ralado
2 colher de sopa de azeite
1 folha de louro
1,5-2l caldo de vegetais (ou de frango)
1 chávena feijão frade cozido
1/2 chávena ervilhas secas, demolhadas e cozidas
1-2 chávenas cevada cozida
Sal e pimenta
Parmesão ralado, para servir (opcional)

Corte as cenouras e rale o nabo e a courgete. Pique cebola, aloure no azeite por 2 minutos e junte os vegetais. Deixe refogar por 10 minutos. Junte o louro e o caldo. Tempere e cozinhe por mais 5 minutos. Junte a cevada, as ervilhas e o feijão. Deixe apurar ligeiramente. Rectifique os temperos, se necessário. Sirva com parmesão ralado.

Slovenia

5 comentários:

  1. Que delicia, Suzana. Realmente um prato a calhar para as noites frescas do Outono.

    Que foto linda

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Esta receita tem destino marcado para a minha mesa muito brevemente.

    Gostei da combinação de cevada com o feijão frade, e já me estou a imaginar nos almoços dos dias frescos a "sorver" a tigela.

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Aqui faz um frio tão grande, o seu prato seria otimo!!
    Adorei a receita e as lembranças.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Estes dias que antecedem a chegada do Outono, pedem mesmo um reconforto...pelo menos para mim que nunca me consigo conformar com a chegada do frio... Este Minestrone "aquece" a alma...:)

    ResponderEliminar
  5. Eu sei que ia gostar desta sopinha mas, o meu provador, nem por isso. Ele não vai à bola com "ciclistas"... Mas mesmo assim, fico tentada a fazer, até porque não tenho costume de fazer sopas sem um creme como base... Aqui, apesar de o Verão estar agora a dar um ar da sua graça, eu continuo a gostar de comer uma sopinha de vez em quando! :o)

    Beijos

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!