11.1.11

Linguado meunière, uma receita de Ano Novo e a Cozinheira Ideal

Linguados au meunière

Eu não sou de fazer resoluções de Ano Novo. Canso-me só de pensar que preciso de encontrar 12 desejos diferentes, um para cada passa de uva que me conduz de um ano ao outro ao som das 12 badaladas. Repito-me. Entedio-me. Como todos, espero o melhor. Peço saúde, amor e alegria. Mas reconheço que a época se propicia a decisões e anseios. Fico a pensar no que quero de 2011... Percebo enfim que talvez a questão esteja posta do avesso e seja só o pretexto para um arrumar de ideias. A minha receita de Ano Novo é carinhosamente roubada a Carlos Drummond de Andrade e não requer balança ou longas listas de ingredientes. É simples e económica. Não garanto é que seja de execução fácil...

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo,
eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.


Os livros são companheiros fiéis. Fazem-nos sonhar quando não temos sonhos, emprestam-nos palavras quando as nossas não saem e fornecem desejos de sobra para o Ano Novo. De uma das estantes que povoam o meu universo retiro Cozinheira Ideal, um dos meus livros favoritos de 2010. Escrito por Alda de Azevedo, este é um livro antigo da Livraria Civilização (o original data de 1948 e a 20ª edição que tenho é de 1974). O meu interesse por livros de culinária de outros tempos só agora começou. Para desespero da minha cara metade. É que as estantes avançam em altura e largura e já não sabemos onde e quando irão parar.

Cozinheira Ideal

Mas voltemos ao livro. São 2550 receitas, um menu por cada dia do ano (365 almoços e 365 jantares), com refeições compostas por diversos pratos. Muitas das receitas surgem com indicações sucintas e por vezes sem modo de confecção ou quantidades precisas. É um livro marcado por uma forte influência da cozinha francesa, embora apresente inúmeros pratos tradicionais portugueses, e uma tendência para a abundância (sobretudo ao jantar) no número e tipo de pratos servidos... No menu do dia 3 de Julho, um dos pratos do jantar é Linguado meunière. Esta é uma receita da cozinha tradicional Francesa, com o seu nome a fazer referência à farinha que cobre o peixe na sua confecção e ao responsável por moer o trigo: o meunier e a sua mulher, a meunière.

Linguados au meunière

Linguado meunière
Adaptado a partir de Alda de Azevedo, Cozinheira Ideal

Serve 2

1 linguado médio (ou 2 pequenos)
3 colheres sopa manteiga
farinha q.b. para polvilhar (cerca de 3 colheres sopa)
1 limão
salsa picada, para servir

Limpe o linguado e tempere com sal e pimenta. Polvilhe abundantemente com farinha e retire o excesso sacudindo o peixe. Numa frigideira, aqueça 2 colheres de sopa de manteiga. Frite o peixe, 2-3 minutos de cada lado. Derreta a restante colher de sopa de manteiga e misture com sumo de limão (a gosto). Sirva o peixe regado com o molho de manteiga e polvilhado com salsa picada. Acompanhe com batatas e brócolos cozidos.

15 comentários:

  1. Suzana,
    Que perfeitinho ficou o teu linguado, quanto mais simples e fresco melhor o seu sabor e assim com manteiga e limão é como gosto mais. Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Limão e manteiga são a combinação ideal para um peixinho fresco, que bom aspecto
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  3. Recordo-me de ter comido muitas vezes, em casa dos meus pais, linguado preparado desta forma. É uma excelente receita que infelizmente já não é cum encontrar nos menus dos restaurantes. Necessita de alguma perícia no retirar da pele escura do linguado, mas compensa em sabor. bjs

    ResponderEliminar
  4. Suzaninha Querida, Nisso somos parecidas, 3 "desejos" 4x repetidos ;) E adorei o poema!

    A minha estante da cozinha este FDS cresceu 8 cubos :) agora é que já não pode crescer mais ;)

    Beijinhos Grandes,
    Carlota

    ResponderEliminar
  5. Amo peixe! adorei seu blog! Venha conhecer o meu. bjs
    http://cozinhacomestilo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. De cubo em cubo, infelizmente o crescimento das estantes tem limite... :)
    Esta receita remete-me logo para o universo da Julia Child que no My Life in France descobre as maravilhas de um bom linguado.
    O teu ficou perfeito!
    :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Querida Suzana!
    Eu pus as passas de lado, as badaladas nem as ouco, e resumo os meus doze desejos a saude, paz e amor...
    Mas por falar em desejos... acendeste-me o desejo desse linguado, peixe que adoro e me faz viajar ate uma esplanada na praia, onde o saboreio lentamente enquanto ouco as vagas do mar ... :)
    beijinhos!
    Sofia

    ResponderEliminar
  8. Adorei o poema, a receita com um peixe que adoro e espreitar a estante dos livros!... E este livro parece um tesouro! Adoro "estudar" os menús propostos nos livros, numa ocasião especial, num casamento etc... e ver de que forma se conjugam ingredientes e sugestões. Às vezes perfeita outras um desastre!... Este menú parece bem interessante.
    Um beijo e um Ano feliz, com todos esses 4*3 desejos concretizados!
    Babette

    ResponderEliminar
  9. A mim só os desejos crescem e a cada dia surge um, porque as minhas caríssimas amigas nadam em livros enquanto eu desejo os livros que vocês já têm :) Linguado nunca comi mas gostei da simplicidade requintada da receita!

    ResponderEliminar
  10. Há muito que deixei de pedir desejos, não consigo pensar em nada no stresse de comer as dozes passas uma a cada novo minuto que passa por isso tal como a Sofia peço apenas saúde, paz e amor.
    Tal como a Ameixinha, e apesar de ter alguns livros tu e a Carlota batem-me aos pontos e a minha cozinha nem sequer tem um espaço decente para pôr meia dúzia de cadernos, quanto mais uma estante de livros. Os meus vão andando espalhados pela casa, mas a maioria encontra-se empilhada num banco exactamente à porta da cozinha, e claro que vai crescendo, neste momento já se encontra à altura do interruptor da luz :)
    Quanto à receita, só pela sua simplicidade já sei que vou gostar, mas nunca a experimentei.
    Beijocas
    Moira

    ResponderEliminar
  11. Uma receita deliciosa para começar o ano, ou em qualquer altura. Linguado é um dos meus peixes preferidos, mas é como tu dizes, nem sempre de fácil execução! pelo menos, para atingir a perfeição do teu! Também partilho o fascinio pelos livros...mas a minha estante é ainda modesta. Compõe-se de alguns livros do género deste que nos que falas, herdados de mãos que souberam cultivar em mim este gosto que hoje também partilho. Perdia-me nessa tua estante, nesse teu linguado, nessa tua escrita que tanto gosto de ler! Um beijinho

    ResponderEliminar
  12. Seu blog é divino, meus parabéns..
    Ótimas receitas, e lindas fotos.

    Grande beijo
    http://prendadagarota.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Me encantei com o teu blog!
    As receitas, as imagens... lindas!!!
    Parabéns!!!
    =D
    Tenha uma ótima sexta-feira

    ResponderEliminar
  14. Essa receita é demais! Simples e deliciosa.
    Seu blog é lindo, suas fotos profissionais.
    Parabéns!
    Ana
    www.nasbocasdomeufogao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  15. suzana o meu montinho e bem mais modesto
    mas como o tempo vai aumentando
    e um gosto que dev ser bem aliemntado
    a sua cara metade gsota pelo menos da comida:-)
    e fez uma bela escolha
    esta excelente este linguado
    beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!