8.11.12

Sopa de cação e coentros para dias de chuva

Praia em dia de chuva // Rainy day at the beach

Por cá tem chovido. Às vezes é uma chuva miudinha, de vez em quando um enorme aguaceiro e volta não volta temos trovoada. Nada de novo. Tudo normal. Mas convenhamos que há condições meteorológicas mais convidativas a sair de casa e a caminhar na praia (obviamente) deserta. Serve de compensação o silêncio e a serenidade que fica.

E saber que em casa há sopa para o almoço.

Sopa de Cação

Esta sopa é uma refeição em si mesma. Substancial, reconfortante e plena de sabor. É comida para dias como o de hoje. Faz uso da sabedoria ancestral de com menos fazer mais. E representa o traço característico da gastronomia alentejana, onde o uso das ervas, do azeite, do alho e do pão serve de pilar a variações sobre o mesmo tema.

A minha versão é bastante tradicional e segue a receita da minha mãe, à excepção dos coentros que prefiro não cozinhar e que acrescento no final antes de servir. Cá em casa é comida de festa, uma rara concessão do Provador, que acredita que os tubarões são animais fantásticos que devem andar no mar e não no prato.

Sopa de Cação



Sopa de cação e coentros

serve 2, como refeição

4 postas de cação (ou tintureira, em alternativa)
2 dentes de alho
1 folha de louro
pitada de colorau (opcional)
1 colher (sopa) farinha de trigo
1 colher (sopa) vinagre de vinho branco
2 colheres (sopa) azeite
1 molho de coentros
4 fatias de pão alentejano, preferencialmente com 2 dias

Num almofariz, pise os alhos com sal e os talos dos coentros (reserve as folhas). Aqueça o azeite um tacho e junte o alho batido com os coentros e a folha de louro. Adicione 750 ml de água, deixe levantar fervura e introduza o cação. Coza por 5 minutos. Misture a farinha e o colorau (se usar) numa tigela com um pouco de água. Acrescente o vinagre. Verta esta mistura e deixe ferver novamente, até cozer a farinha. Rectifique o tempero e acrescente um pouco de água se a sopa estiver demasiado grossa. Pique as folhas de coentros reservadas e junte. Retire do lume. Torre o pão e disponha duas fatias em cada prato fundo. Sirva a sopa, com o peixe, sobre o pão.

19 comentários:

  1. Quem bem que sabe uma sopinha nestes dias cinzentões. Tenho imensa pena que o Vel não goste muito de coentros (dos quais devo ser a fã n.º 1), mas de quando em vez lá consigo convencê-lo.

    ResponderEliminar
  2. Ao ler a tua receita convenço-me cada vez mais que o importante é a qualidade dos produtos. Depois é uma alquimia com princípios simples. E a comida de todos os dias, que vem de longe, de outros tempos, é esta: simples, substancial, reconfortante e nutritiva. Ficou a vontade de sabores mais do sul...
    Um abraço
    Guida

    ResponderEliminar
  3. excelente proposta para este tempo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Adorei a sugestão.
    beijinhos,
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Uma das minhas sopas preferidas, sem dúvida.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Que fotos lindas! A sopinha tem excelente aspecto.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Sabes quando e que eu gosto mais de ir a praia? E nos dias de chuva em pleno Verao? E raro acontecer mas quando acontece e perfeito em pleno Verao praias desertas e estar dentro de agua a chover. No Inverno tambem adoro fazer caminhadas na praia e pelo caminho apanhar pedras, conchas e afins para utilizar em decoracoes. Adorei a sopa.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. A nossa gastronomia é fantastica, com pouco fazemos muito, nutritiva e saudavel.

    ResponderEliminar
  9. Gosto imenso da gastronomia alentejana. Faco por vezes a sopa de cacao com base numa receita do Fialho, publicada numa revista do Expresso. Fica tambem muito agradavel.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  10. Ainda ontem ou anteontem andei à procura da receita da sopa de cação.Que engraçado... penso que vou adoptar esta ;)
    Babette

    ResponderEliminar
  11. Que aspecto de sopa. Adoro a delicadeza que das às tuas fotos acho que já te disse isto mil vezes, mas não faz mal porque é verdade. beijos

    ResponderEliminar
  12. Adoro e vou levar a receita pois deve estar deliciosa!!!
    Bj.

    ResponderEliminar
  13. Acho lindo dizer 'chuva miudinha'. Mas comentários lunguísticos a parte, me encantaria por umas galochas e capa de chuva e andar pela praia. Vazia. Só eu, o mar, areia e vento. E realmente ao voltar para casa e me deparar com um prato de sopa assim me deixaria a alma aconchegada. O sucesso da receita se deve ao frescor dos ingredientes. Me convida.

    ResponderEliminar
  14. Esta sopinha parece ser deliciosa. A mistura de pão na sopa é sempre uma excelente combinação.
    Parabéns pelo blog!

    ResponderEliminar
  15. São lindas as fotos. E a sopa, tão cheia de alentejo e coisas boas. :)

    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Tintureira nao é o mesmo de cação,são completamente diferentes,poderá ver os dois a venda no mesmo sítio,em que tamanho,cor,textura.e preço é completamente diferente.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!