5.2.13

{livros favoritos 2012} Gratinado de couve-flor e avelãs

Gratinado de couve-flor e avelãs

Há quem compre um livro pela capa. E há quem compre um livro sem capa. Ou melhor, sem sobrecapa. Das fotografias e da tipografia colorida, nada resta. É um livro azul com o título na lombada, de ar sisudo e com cara de poucos amigos. Que se enche de cor e desenhos, fotografias e letras assim que é folheado. Não saio da livraria sem ele. Uma decisão acertada. É um dos meus livros favoritos de 2012.

A história de uma pequena cozinha em Paris e a vontade de reinventar a cozinha francesa é o leitmotiv de Rachel Khoo para este livro. Entre Londres e Paris, a autora desenha uma história de vida em volta dos alimentos. É um testemunho da realidade parisiense pelos olhos de quem se muda do outro lado do canal. Alegre e colorido, é um livro (mais) na cidade das luzes. Que é, para mim, parte substancial do seu encanto.

Little Paris Kitchen Little Paris Kitchen

Os clássicos de qualquer cozinha são um assunto sério. Numa quase blasfémia, repensar a cozinha francesa é serviço para corajosos. Sem desvirtuar, Rachel Khoo consegue o improvável: cozinhar clássicos franceses numa cozinha de meia dúzia de metros quadrados. Os senhores da técnica só podem aplaudir. A abordagem é bem disposta. Os pratos são testemunhos de uma cultura pouco atreita a mudanças, trazidos para o dia-a-dia do comum dos mortais.

Hoje faço um gratinado de couve-flor com avelãs. Na tradição dos pratos de forno envoltos em molho béchamel e queijo, esta é uma versão leve do muito francês sauce Mornay. Pode ser acompanhamento para carne ou uma entrada vegetariana. A graça e uma parte do sabor vem do queijo e das avelãs. Na agenda, fica a vontade de experimentar com outros vegetais como Rachel sugere. Voilá!

Gratinado de couve-flor e avelãs



Gratinado de couve-flor e avelãs
Adaptado de uma receita de Rachel Khoo, The Little Paris Kitchen

serve 4, como entrada

1 couve-flor (cerca de 1 Kg)
50 g avelãs, picadas grosseiramente
2-3 tostas integrais, esfareladas

para o molho:
2 colheres (sopa) manteiga
2 colheres (sopa) farinha
500 ml leite meio-gordo, morno
1 folha de louro
1 dente de alho, descascado
pitada de noz-moscada e pimenta preta
150 g queijo Comté + extra para polvilhar

Coza ao vapor os florões da couve-flor (cerca de 12-15 minutos). Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Faça o molho numa caçarola de fundo grosso. Derreta a manteiga, junte a farinha e bata com uma colher de pau até obter uma pasta. Retire do lume, deixe arrefecer ligeiramente e junte o leite, mexendo sempre com uma vara de arames. Adicione a folha de louro e o alho e volte a colocar ao lume. Mexa por cerca de 10 minutos até obter um molho grosso. Tempere com sal, noz moscada e pimenta. Retire o louro e o alho. Reserve.

Disponha a couve-flor num prato de forno. Misture o queijo no molho e deite sobre a couve-flo. Polvilhe com as avelãs, as tostas e o queijo extra. Leve ao forno 20 minutos + 5 minutos a gratinar.

--

outros gratinados:

Sopa de cebola gratinada
Gratinado de tomate e espinafres
Gratinado de couve e queijo

15 comentários:

  1. Parece um livro do qual eu iria gostar. Re-inventar os clássicos franceses não é fácil e ainda por cima numa mini-cozinha. Mas ainda bem, pois a minha cozinha também não é muito grande e tenho que dar conta do recado. Já anotei o livro. E esta receita também. E, coincidências das coincidências, tenho uma couve-flor à espera no frigorifico :)

    ResponderEliminar
  2. Um livro fantástico sobre cozinha francesa... E a sugestão é maravilhosa!

    ResponderEliminar
  3. Nao tenho o livro ainda mas e ta na minha lista de aquisicoes no futuro. Assisti ao programa dela e fiquei fa, ela e sem duvida muito simpatica, simples e faz comida deliciosa. E este gratinado e uma prova disso, adorei Suzana.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Não desvalorizando aqueles deliciosos caracóis e o chá vermelho que me encheram (demais até!) as medidas, para a próxima próxima tem de ser almoço para ver se me calha algo assim... ou se vos calha, dependendo de quem for a cozinheira de serviço :)

    ResponderEliminar
  5. Que delicia!

    Vou levar comigo uma travessa. ;)


    Beijinhos;

    Aurea Sá

    ResponderEliminar
  6. Olá Suzana
    As tuas sugestões são para levar a serio. Foi assim que descobri os diários do Nigel, de quem estou absolutamente cativa. Por isso, nAo estranhes se em breve te comunicar a aquisição deste livro azul. E no seguimento deste constatação, vejo-me agora a ponderar a hipótese de trocar a entrada do jantar de sexta, marcado há seculos e com ementa definida desde essa altura, para poder apresentar uns ramekins com esta sugestiva couve-flor. Quem disse que eu nAo sou influenciável?
    Um beijinho
    Guida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Guida,
      Se os convivas não forem vegetarianos, podes juntar um pouco de presunto picado no molho, para mais uma "camada" de sabor. O meu marido (carnívoro assumido) gostou muito. ;)
      Um beijo*

      Eliminar
  7. Parece-me muito bem essa receita.. A mistura das avelas deve ficar óptima... :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Tenho visto este livro à venda em muitos sítios, mas ainda não me tinha decidido a comprá-lo. Após ver esta receita vou investir nisto! :)

    As fotografias estão muito bonitas! :)

    ResponderEliminar
  9. Receita maravilhosa, adorei.
    Kiss, Susy

    http://tertuliadasusy.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/tertuliadasusy

    ResponderEliminar
  10. Hummmm que delicia deve ter ficado...=D

    Dar uma olhadinha no meu blog ele como um bebe...so tem um mes de vida...rssrsrsrsrs.

    http://virandocomida.blogspot.com

    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Lindo, perfeição! Adoro a maneira como nos apresentas livros tão invulgares :) É sempre uma partilha especial e ficou linda a tua receita! um beijo e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  12. Suzana, que gratinado tão apetitoso, comia-o assim mesmo sem mais nada :)
    um beijinho,
    Margarida

    ResponderEliminar
  13. Tenho que me atrever a dar mais uma oportunidade à couve flor. Essa travessa está apetecível :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!