1.4.13

Penne com azeitonas, almôndegas e hortelã

Penne com azeitonas, almôndegas e hortelã

Uma tigela fumegante e o conforto da massa envolta em molho de tomate é a panaceia possível para todas as tristezas de fim de estação. Que é como quem diz, um Inverno que teima em não partir e levar consigo a chuva, os vírus e as mazelas do tempo frio. Mais que prontos para os dias de Primavera, cá em casa fazemos compassos de espera. Uma e outra vez. E desesperamos. Possa um almoço quente e reconfortante trazer alegria a dias cinzentos.

Há flores que teimosamente vão nascendo, um pouco por todo o lado. Por entre os pingos da chuva incessante, um passeio junto ao mar parece trazer a promessa de tardes mais risonhas. Fica o desejo.

pedra do sal Penne com azeitonas, almôndegas e hortelã

Massa e almôndegas é um par muito pouco italiano, a piscar o olho a uma reinterpretação feita por terras do Tio Sam. É comum utilizar spaghetti ou spaghettini neste prato. Porque gosto muito de massas com orifícios onde o molho se esconda, fiz penne alle olive, uma versão com sabores mediterrânicos que combina as azeitonas na própria massa. Qualquer outro formato ou massa simples, pode ser usada, eventualmente aumentando a quantidade de azeitonas para reforçar o sabor ao finalizar o prato.

São servidos?



Penne com azeitonas, almôndegas e hortelã

serve 2, como refeição

150 g penne alle olive (ou outra massa, a gosto)
250 g carne porco, picada
1 cebola picada
2 dentes de alho, picadinho
2 colheres (sopa) salsa picada
1 colher (chá) hortelã picada
1 colher (chá) orégãos secos
2 colheres (sopa) azeite
1 lata de 400 g de tomate pelado
1 colher (chá) açúcar
100 ml vinho tinto
6-8 azeitonas
1/2 mozzarella de búfalo
sal e pimenta preta moída na altura
folhinhas de hortelã, para servir

Misture a carne picada com um dente de alho picado, a salsa e hortelã picadas e tempere com sal e pimenta preta. Forme pequenas bolinhas e reserve.

Coza a massa em bastante água com sal até ficar al dente (siga as instruções do pacote relativamente aos tempos de cozedura).

Faça o molho de tomate. Aqueça uma colher de sopa de azeite, a cebola picada e um dente de alho numa frigideira larga e junte o tomate. Deixe reduzir um pouco, adicione o açúcar, os orégáos e tempere com sal e pimenta. Acrescente o vinho e deixe ferver 2-3 minutos. Entretanto noutra frigideira leve as almôndegas a dourar no restante azeite (2 minutos de cada lado). Junte-as ao molho de tomate, rectifique o tempero e deixe ferver 5 minutos.

Escorra a massa e divida por tigelas grandes. Distribua as almôndegas e o molho e mexa para envolver. Acrescente as azeitonas e o queijo em pedaços. Decore com as folhinhas de hortelã.

--
veja também:
Almôndegas com puré de cenoura e cherovia
Massa com molho de curgete e almôndegas de espinafres

6 comentários:

  1. Parece-me tão bemmm! As fotos estão lindas!

    oneplustwoblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. É bem verdade, não há panaceia que um belo prato de massa com molho de tomate não cure :)
    Ou uma fatia de bolo do chocolate!
    O poder que a comida tem em nos fazer sentir bem é qualquer coisa de extraordinário...

    ResponderEliminar
  3. Este compasso de espera desespera!!!Estamos todos já mais que preparados para uma Primavera em pleno mas....
    Enquanto isso não acontece é certo que sugestões destas nos trazem um consolo...
    Bjinhos
    Rita

    ResponderEliminar
  4. muito bom aspecto... adoro para estes dias.. :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Mais outra receita fantástica, adoro as cores!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!