14.5.13

Mousse de chocolate, azeite e pistácios para um restaurante de sonho

Mousse de chocolate, com azeite e pistácios

Fica onde a alma encontrar alimento e a barriga satisfação. Na esquina do mundo onde os ventos mudam de cor. O meu restaurante de sonho tem luz e livros e tempo de sobra. Tem cadeiras confortáveis e copos de vidro de muitos tamanhos. A pedir minutos esquecidos e vinho. Tem janelas abertas para o interior e uma árvore que cresce cá dentro. Vai dando flores e frutos, consoante a altura do ano, sombra e sol, em função da meteorologia e da altura do dia. No meu restaurante sonhado, há vasos e terra e plantas a crescer. Há colheres com passado inscrito nos cabos e uma cozinha que conta histórias em forma de pratos.

A relação com os restaurantes da minha vida é sempre medida na vontade que tenho de lá voltar. Não existe em mim vontade de cozinhar profissionalmente. Sou demasiado lenta, entediam-me as reproduções e não gosto de múltiplos. O meu restaurante de sonho é um sítio onde se cozinha o que a terra dá no momento e o que chega no dia à bancada da cozinha. É lugar de experimentações simples e pensamentos elaborados. Uma ode aos ingredientes e o elogio das técnicas. Numa história bem contada.

O meu restaurante de sonho é um paradoxo. Simples e complicado, descontraído e produzido, popular e espiritual. Tudo ao mesmo tempo. Preferencialmente com um livro sobre a mesa, ao lado do prato ou da chávena.

De Kas, Amsterdam De Kas, Amsterdam
Restaurante De Kas, Amesterdão

E se de paradoxos falamos, nada melhor para o ilustrar que uma mousse que não leva açúcar, nem ovos. Uma mousse que é feita com azeite. Uma mousse que se faz enquanto o diabo esfrega um olho e se serve de imediato como se tivesse demorado um dia inteiro. Uma mousse que faz sonhar até o menos apaixonado dos chocolátras.

Esta é a minha participação no Convidei para Jantar, um projecto delicioso da Anasbagueri, nesta edição recebido primorosamente n'A minha cozinha é a Cores.

Quem precisa de uma colher?

Mousse de chocolate, com azeite e pistácios



Mousse de chocolate, azeite e pistácios
Adaptado de uma receita de George Calombaris

serve 6-8

100 ml azeite virgem extra (escolha um frutado)
150 g chocolate negro 55% cacau, (usei o chocolate da Nestlé)
250 ml natas, para bater
pistácios torrados e picados, para servir

Derreta o chocolate numa tigela à prova de calor colocada sobre uma panela de água a ferver (sem o fundo da tigela tocar a água). Quando estiver praticamente derretido, retire e mexa o chocolate com uma colher durante 2-3, até arrefecer ligeiramente. Junte o azeite e continue a mexer.

Bata as natas até obter um chantilly consistente. Quando o chocolate estiver quase à temperatura envolva cuidadosamente as natas. Divida por 6 ou 8 taças. Sirva de imediato, com os pistácios.

Não refrigere. A mousse está ao seu melhor acabada de fazer.

nota: Use o chocolate e o azeite que preferir, retendo a ideia que a mousse não tem açúcar adicionado e que o sabor será exactamente o do chocolate e do azeite que escolheu.

substituições: As natas podem ser substituídas pela alternativa de soja para bater. Usei da alpro e o resultado foi em tudo semelhante. Se alguma das mousses aguenta mais de um dia para o outro, é a versão com soja.

--
veja também:
Pavlova de chocolate com mousse de mascarpone e frutos vermelhos
Frutos vermelhos com chocolate branco e menta

19 comentários:

  1. Excelentes sonhos, excelente doce. Adorei!
    Beijinho
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Não que algum dia os teus textos e fotos não sejam magníficos, mas neste caso, ultrapassa tudo.
    E evidentemente que esta mousse tem de ser replicada.
    O chocolate é, sem dúvida, o meu doce (ou amargo) de eleição!
    Um beijinho
    Guida

    ResponderEliminar
  3. Está com um excelente aspecto e o teu restaurante é imaginativo e com muita presença!!!Quem sabe um dia...
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  4. Olá linda, que maravilhosa participação, uma mulher de palavra é assim e prontos !!
    Começo por responder à tua pergunta, quero pelo menos dez colheres, uma para cada um dos dedos das minhas duas mãos e tenho a certeza que não chegam para provar tudo o que neste restaurante de sonho podemos encontrar.
    Trazes-nos o sonho de qualquer um, um restaurante que é tudo ao mesmo tempo, estou nas nuvens ;)

    Um beij. grande
    MM

    ResponderEliminar
  5. Meu Deus Suzana, que maravilha que é esse(s) teu (teus) restaurante(s)... tudo o que a alma precisa para encontrar um pouco de paz.
    Obrigada por nos guiares até lá

    ResponderEliminar
  6. Suzana, acabaste de me conquistar para a vida... mousse de chocolate, azeite e pistáchios???? deve ser absolutamente delicioso :)

    Hoje ainda vou preparar a minha participação, que é bem simples, pois o meu restaurante de sonho é assim: simples e natural, ao sabor das estações do ano, perdido no meio da natureza :)

    ResponderEliminar
  7. Esta mousse deve ser deliciosa! Tenho que experimentar, nham...

    ResponderEliminar
  8. Um restaurante de sonho, que nos transporta para um mundo de sabores e sensações a cada colher de deliciosa de mousse de chocolate que se leva à boca.

    Bjnhos e uma semana fabulosa.
    http://saborescomtempo.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Querida Suzana,
    Tendo o teu restaurante de sonho uma janela para o mar, poderia ser assim, também o meu restaurante de sonho. Encontramo-nos lá para um café? Ou melhor, para uma mousse de chocolate e azeite, que me deixou curiosa, curiosa. Ja me tinham falado na combinacao do azeite com mousse, mas das classicas com açúcar e ovos.
    Um grande beijinho!
    Sofia

    ResponderEliminar
  10. Se me deres as coordenadas o GPS leva-me aí num instante;)
    O texto cativa, mas a receita mais ainda!!!

    ResponderEliminar
  11. Suzana,
    adoro o teu restaurante de sonho.
    Apetece sentar e ficar por lá, à sombra lendo um livro e apreciando a boa comida, fresca, simples e espiritual.
    E essa mousse, quero uma colher sim!
    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  12. oh que perfeição, adorei a tua participação no Convite e as tuas fotos sempre magnificas! um beijo

    ResponderEliminar
  13. não quero uma colher, quero uma taça só para mim. para me sentar neste restaurante e com todo o tempo do mundo saborear cada colherada desta mousse :)
    um texto fabuloso acompanhado com fotos deliciosas :) beijinhos**

    ResponderEliminar
  14. Que delicia de restaurante e que delicia de sobremesa. Uma colher para mim, por favor.
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/05/2-edicao-do-projeto-escolha-do.html

    ResponderEliminar
  15. Por mim, basta-me a tua companhia num restaurante agradável e com boa comida para ficar muito feliz;-)

    Vou experimentar fazer a mousse com natas de soja (daquelas que dão para bater).

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já fiz com as natas de bater da alpro e a consistência é muito similar. Fica muito bem. ;)

      Eliminar
  16. Não sou fã de mousse, mas o azeite e os pistáchios conquistaram-me. *

    ResponderEliminar
  17. Eu AMO AMO AMO os seus textos...DRI, BRASIL do ovos quebrados...

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!