27.6.13

{almoço de semana} Salteado de favas e ervilhas tortas

Favas e ervilhas tortas salteadas

Tenho em mim todos os sonhos do mundo. Como todas as palavras predestinadas queria ter-me lembrado de as juntar. Leio-as e reconheço-me. Este poema também sou eu. Apodero-me das palavras como se fossem minhas. Tenho em mim todos os sonhos do mundo. E alguns são bem prosaicos. Quero acreditar que no simples almoço, feito em poucos minutos, estão todas as promessas que o prato pode oferecer. Todos os confortos e panaceias.

De cor, sabor e textura. De simples vegetais a um sorriso aberto num rosto cansado. Há poucas coisas tão boas como os melhores ingredientes. Mesmo nos dias em que os comensais estão desatentos e a sonhar com outras latitudes. Sobretudo quando o tempo se faz rogado.

Herdade do Freixo do Meio Favas e ervilhas tortas salteadas

Favas, ervilhas tortas, alho-francês bebé e pimento vermelho. O meu wok fora do armário. Se os dias de semana pudessem testemunhar refeições mais demoradas, o meu fiel utensílio teria muito menos uso. Não é o caso e cá seguimos os dois a mil à hora. Dez minutos e o almoço está na mesa. Vegetais no prato, queijo feta desfeito e umas colheradas de bulgur.

Há sonhos assim.

Favas e ervilhas tortas salteadas


Salteado de favas e ervilhas tortas

serve 2, como acompanhamento

150 g favas, descascadas 2 vezes
50 g ervilhas tortas
1/2 pimento vermelho, em cubinhos
10 alhos-francês mini (ou a parte branca de 1 alho francês pequeno, cortado no comprimento)
2 dentes de alho, picados finamente
2 colheres (chá) azeite + extra para servir (opcional)
pimenta preta moída na altura
coentros picados, para servir

Numa panela de água com sal, coloque as favas e as ervilhas. Coza 1 minuto, escorra e reserve.

Numa frigideira antiaderente, aqueça o azeite com o alho. Salteie o alho-francês durante 2 minutos e junte o pimento. Mexa. Acrescente as favas e as ervilhas tortas. Deixe alourar 2 minutos, mexendo ocasionalmente. Tempere com pimenta preta e flor de sal (se necessário). Polvilhe com os coentros picados. Sirva como acompanhamento de carne grelhada ou junte queijo feta para uma opção vegetariana.

10 comentários:

  1. Acabei de chegar da horta e de colher um cestinho de ervilhas tortas. E que bom que é ver por aqui uma receita tão apetecível, acompanhada de ecos do meu poema preferido :)

    Obrigada.
    Ilídia

    ResponderEliminar
  2. Na horta dos meus pais já não há favas e ervilhas tortas! Senão experimentava este salteado que tanto me agradou!

    ResponderEliminar
  3. O wok é sem dúvida um fiel companheiro das refeições rápidas. E os bons ingredientes, nada torna um prato tão saboroso como eles :)

    ResponderEliminar
  4. Este post cheio de sonhos e legumes Primavera-Verão é mesmo isso, uma promessa feita dos sabbores todos que o prato leva. :) Uma delícia! Bj

    ResponderEliminar
  5. comida fresca, como pão fresco. Não há melhor. :)

    ResponderEliminar
  6. Sonhos e legumes, comida da boa e verão, tudo num sonho que é sempre um dos teus posts :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Vou fazer essa delicia, apesar do frio uma cervejinha gelada cai muito bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlos, por cá em Portugal faz um calor imenso! ;)

      Eliminar
  8. Não conhecia o blog! Adorei! Já estou a seguir para não perder nada! ;)
    Que delícia de prato!

    Beijinhos,
    http://madamexicaras.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Amiga, o que você chama de favas é broad beans? Também gosto de pratos assim, sazonais, cheios de sabor.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!