6.12.13

{Rota dos Recursos Silvestres} Sopa de couve-flor e cogumelos

Rota dos Recursos Silvestres

O que nasce no campo sem ser semeado, tantas vezes num ambiente selvagem ou quase: cogumelos, medronhos, figos da índia, beldroegas ou tengarrinhas e ervas aromáticas como o poejo e a hortelã da ribeira. No Alentejo aquilo que a terra dá tem de ser considerado na sua plenitude e aproveitado com imaginação e engenho. Sempre assim foi mas muitos destes recursos têm sido esquecidos e outros são ainda pouco conhecidos fora da região.

A convite da ADRAL, a agência de desenvolvimento regional do Alentejo, fui conhecer a Rota dos Recursos Silvestres, um projecto que reúne quinze produtores e divulga os recursos silvestres do Alentejo e os pratos e sabores que compõem a sua gastronomia.

Rota dos Recursos Silvestres Rota dos Recursos Silvestres

É na Primavera que a natureza disponibiliza a maioria dos recursos silvestres. Restam ainda os últimos figos da índia, que provo com queijo e mel. Gosto. Muito. Prometo investigá-los no próximo ano quando voltarem ao campo, lá para o Verão. Por agora, e por ser Outono, são os cogumelos e os medronhos os reis da festa.

Pela mão do chef António Nobre lá vamos sendo guiados, por entre avisos de cautela com a apanha de cogumelos silvestres, pelos mais bonitos espécimes comestíveis: as famosas túberas e silarcas, rapazinhos, amanitas dos césares ou boletos. Da vontade de os utilizar surge a ideia de uma sopa de couve-flor, cremosa, com cogumelos salteados e coentros.

Rota dos Recursos Silvestres



Creme de couve-flor com cogumelos
Adaptado a partir de uma receita do chef António Nobre

500 gr couve-flor, em florões
200 gr batatas, cortadas aos cubos
1 cebola, picada grosseiramente
2 dentes de alho, picados
150 ml de azeite (ou menos, a gosto)
sal

para os cogumelos:
120 gr cogumelos
50 ml de azeite
2 dentes de alho
flor de sal
coentros em folha, para servir

Coloque num tacho as batatas, a couve-flor, a cebola, o alho e tempere com sal. Cubra com água e leve ao lume, deixe cozinhar até os legumes estarem cozidos. Triture a sopa até obter um creme homogéneo. Se necessário, acrescente água e rectifique os temperos. Leve novamente ao lume com azeite e deixe ferver.

Retire a pele dos cogumelos e corte em pedaços. Leve uma frigideira ao lume com azeite e alho esmagado com a faca. Quando o azeite tiver absorvido o aroma dos alhos, retire-os. Deite os cogumelos e salteie, temperando com sal.

Sirva o creme num prato fundo com um pouco de salteado de cogumelos e folhas de coentros no centro.

8 comentários:

  1. É tão bom aproveitarmos o terra nos dá para cozinharmos! Adorei esta sopa e já ficou anotada!
    beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. É uma terra bem recheada e dá tanta coisa boa que por vezes por desconhecermos não a aproveitamos.
    Essa sopa está sublime....
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  3. Bem que bela rota e passeio pelos sabores do campo!
    Quanto à sopinha, parece um mimo!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Ai Suzana, essas tuas passeatas deixam-me sempre de água na boca. E nos olhos também! Que sorte, conhecer locais bonitos e ainda regressar de estômago recheado de coisas boas!

    ResponderEliminar
  5. Adorei e vou experimentar!
    Bjs, Susana
    Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/11/1-aniversario.html
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/12/strudle-de-bacalhau-e-couve-com-chourico.html

    ResponderEliminar
  6. Que experiência fabulosa. Adorava fazer algo do género, pois acho o conceito de "foraging" super interessante.
    Beijinhos e bom fim de semana,
    Lia.

    ResponderEliminar
  7. Passeio formidável!
    Essa sopa está com ar de ser uma delícia!
    Beijinhos

    Sílvia
    http://bocadinhosdeacucar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Esse passeio deve ter sido mesmo maravilhoso! Mais um que não pude ir, e este fiquei memso com pena acredita.
    Deve ter sido uma experiência super enriquecedora e traz sempre coisas boas.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!