8.1.14

Salada de cevada, batata-doce e couves de Bruxelas

Salada de cevada e couves de Bruxelas

First we eat. Then we do everything else.

O adágio é lei nesta família. Primeiro comemos. Tudo o resto vem a seguir. As palavras, sábias, são de M.F.K. Fisher, essa prosadora do apetite. Comer é a primeira das nossas prioridades, seja de nutrição ou partilha social. De coração e barriga cheios de um Natal em família, dizemos adeus a 2013, recebemos o ano novo com passas, desejos e resoluções. Nada de novo. Velhos pedidos, boas intenções, que o ano se encarregará (ou não) de concretizar.

É tempo de voltar aos dias de todos os dias. Aos almoços coloridos e nutritivos, que energia e muita vontade são requisitos de tardes longas ou manhãs corridas.

gansos Couves de bruxelas

Em caso de dúvida há sempre uma salada quente para um Inverno rigoroso. Um grão cozido, um vegetal, uma raiz e folhas verdes. A fórmula é certeira e utilizada em múltiplas combinações. Hoje são umas couves de Bruxelas a ditar o mote. Combinadas com batata-doce, tomate seco, cevada e folhas de rúcula.

Sem as ervas aromáticas frescas da minha preferência, que neste Inverno não têm resistido, volto-me para os frasquinhos das ervas secas. O sabor é muito diferente assim como a sua utilização. Envoltas em gordura e cozinhadas durante algum tempo no forno trazem sabor às mal-amadas couves de Bruxelas. Gosto de manjerona e alecrim. Adoro tomilho. Doses generosas de sabor ao alcance da mão, numa espécie de alquimia.

Esta é uma salada que serve de refeição, a trazer conforto e alento em cada colherada. Feliz 2014!

Salada de cevada e couves de Bruxelas



Salada de cevada, batata-doce e couves de Bruxelas

serve 2, como refeição

40 g cevada
1 batata-doce média, descascada e em cubos
200 g couves de Bruxelas, arranjadas e cortadas ao meio
2 colheres (sopa) azeite
1 colher (chá) ervas aromáticas secas (usei uma mistura para grelhados da Margão com manjerona, manjericão, sálvia e alecrim)
sal e pimenta preta moída na altura
4 tomates secos, hidratados e cortados ao meio
sumo de limão, para servir
50 g rúcula, para servir

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Coza a cevada em água com sal, cerca de 20-25 minutos (ou de acordo com as indicações da embalagem). Coloque as couves de Bruxelas e os cubos de batata-doce num tabuleiro. Tempere com sal. Misture as ervas aromáticas com o azeite numa tigela e regue as couves e a batata-doce. Leve ao forno 15-20 minutos. Abane o tabuleiro a meio do tempo.

Pique o tomate seco grosseiramente. Escorra a cevada e coloque numa saladeira. Junte as couves e a batata assada. Use uma espátula para verter toda a gordura que exista no tabuleiro sobre a salada. Tempere com pimenta preta moída na altura, um pouco de sumo de limão e mexa. Rectifique o tempero se necessário. Sirva com a rúcula por cima e regue com um fio de azeite (opcional).

14 comentários:

  1. O meu manjericão sucumbiu há duas semanas ao frio do Inverno. Tirando os coentros, tb já só me valem as ervas secas.
    Cá em casa o ano despediu-se com uma salada bem parecida a esta, com bulgur, batata doce e abóbora. ;) Um beijinho!

    ResponderEliminar
  2. Gosto muito das mal amadas couves de Bruxelas :)
    Bom Ano!

    ResponderEliminar
  3. Uma combinação muito interessante de ingredientes! Deve ser uma salada bem saborosa!

    ResponderEliminar
  4. Uma combinação perfeita e deliciosa. Adoro saladas com cevada!
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar
  5. Esta receita era mesmo o que andava à procura para dar uso às couves de bruxelas que tenho no frigorífico, adorei tudo e vou experimentar brevemente :)

    ResponderEliminar
  6. Olá Susana!
    Vim só de passagem, mas não esqueci o que vi. Parabéns
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Quem me conhece sabe o quanto amo saladas... E estou assim, sem ervas frescas na minha mini horta, mas compro-as frescas no supermercado também. Mas as secas têm outro sabor que também são muitoo boas! Adorei esta sugestão.

    ResponderEliminar
  8. por cá as couves de bruxelas são muito bem amadas. E gosto delas desde que era bem pequena :D
    Feliz 2014 com sugestões bem deliciosas, como nos tens habituado!

    ResponderEliminar
  9. Olá Suzana
    Mais uma sugestão tão apelativa. Sabes que nunca experimentei a cevada em grão? Muito para descobrir... Quanto às couves de bruxelas nunca entendi realmente porque não são apreciadas. Então se lhe juntarmos bacon é impossível não gostar.
    Um ano inspirador para ti.
    Guida

    ResponderEliminar
  10. Gosto destas saladas Suzana, que nos alimentam em sorrisos.
    Eu adoro couves de bruxelas :) e cevada! e as ervas!
    Que seja um bom ano cheio de inspiração e claro, comidinha primeiro!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  11. Adoro estas saladas e com couves de bruxelas ainda melhor... :)

    Beijinhos e bom fim de semana
    Mafalda

    http://masterchefdealgibeira.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Achei esta tua salada super interessante! A batata doce aqui, lado a lado com as bruxelas ( já apelidei) me parece uma ótima pedida. Ainda nāo experimentei as duas juntas. Vou anotar a receita.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!