23.1.14

Salmão recheado com azeitonas, curgete e limão

Salmão recheado

Nos meus dias existem rotinas que prezo como presentes. Não são sempre as mesmas mas todas são lugares de acalmia onde procuro serenidade e conforto. Aos Sábados é a ida ao Mercado, aos Domingos o forno aceso. Faça sol, chuva ou vento. Sobretudo em semanas preenchidas, gosto quando os fins-de-semana trazem hábitos repetidos vezes sem conta. E o corpo se move sem necessidade de pensar. Sem passos em território desconhecido. É num dia como os outros, sem comemorações nem datas especiais, que um prato especial toma forma. Ganha vida por si, vai tomando forma e assume contornos de festa. Sem efemérides, comemora-se o quotidiano.

Mesa posta para 2. Um Domingo de chuva lá fora e um vinho singular à espera de ser provado. Uma ode aos dias (quase) normais.

Petit Verdot, Quinta do Gradil

Para o almoço um salmão recheado. Tivesse a mesa mais convidados e estaria garantida a atenção. Entre o ritual de retirar os fios e servir o peixe, a discussão sobre a combinação entre vinho tinto e um peixe gordo. Talvez seja da mineralidade deste Petit Verdot ou da relativa riqueza do recheio, fica na ideia uma harmonização equilibrada.

Memórias de dias maiores e menos chuvosos são sempre mais fáceis com a barriga cheia e a alma completa. Que é como quem diz, venham mais Domingos assim!

Salmão recheado



Salmão recheado com azeitonas, curgete e limão

serve 4

1 rabo de salmão, cerca de 750 g
12 azeitonas, sem caroço, picadas grosseiramente
1 curgete pequena, em cubos pequenos
1 colher (chá) raspa de limão
2 colheres (chá) mostarda
2 colheres (sopa) azeite
1 dente de alho, picado finamente
sal e pimenta preta moída na altura

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Faça 2 filetes a partir do rabo de salmão (ou peça na peixaria para o fazerem).

Aqueça o alho e uma colher de sopa de azeite numa frigideira. Adicione a curgete e deixe cozinhar 3-4 minutos. Tempere com sal e pimenta preta e junte a raspa do limão, a mostarda e as azeitonas. Reserve até arrefecer completamente.

Tempere o peixe com sal e pimenta. Corte 3 ou 4 fios de cozinha e coloque-os paralelamente, com espaços de 2-3 cm entre si, num tabuleiro de forno. Disponha um dos filetes (com a pele para baixo) sobre os fios. Espalhe o recheio sobre o filete. Coloque o outro filete (com a pele para cima) sobre o recheio. Ate cada um dos fios apertando delicadamente. Regue com uma colher de azeite e leve ao forno 15-17 minutos (ou até o peixe estar cozinhado).

Retire do forno e reserve 2-3 minutos. Corte os fios e descarte-os. Corte e sirva com batatas cozidas e um fio de azeite virgem extra.

13 comentários:

  1. Por vezes tenho saudades do tempo em que a minha semana tinha rituais em dias certos. Como os horários do Marco variam de semana para semana, os rituais têm que ser mudados consoante as folgas de ambos...
    Mas ao domingo é dia de ligar o forno, pelo menos durante o inverno :)

    ResponderEliminar
  2. A serenidade das tuas palavras deixa-me certa de que hoje é domingo, tenho um salmão no forno e o dia é nosso. Que maravilha! :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Rituais serenos que marcam os dias e os tornam melhores e este salmão é absolutamente divino e já captou todas as atenções!!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  4. Querida Suzana,
    tem um ar maravilhoso o teu salmão, com dois ingredientes que adoro, curgete e azeitonas.
    Já provei o vinho da Quinta do Gradil e gostei bastante.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Gosto muito, muito do teu salmão recheado. E cá em casa somos absolutamente fãs da celebração do quotidiano, achamos mesmo muito importante. Por isso temos sempre uma noite no fim de semana em que fazemos um jantar "especial"! :-)

    ResponderEliminar
  6. Adoro salmão.

    ______________________
    Ana Teles | Telita
    blog: Telita na Cozinha

    ResponderEliminar
  7. Tantas coisas que adoro no teu post Suzana.
    Eu sou de rotinas. Tranquilizam-me, situam-me. E sou também de ligar o formo, faça chuva ou faça sol. E acrescento ainda que gosto de peixe com vinho tinto. Última experiência: um Douro (Portal Colheita 2011) com arroz de tamboril: irrepreensível!
    O teu salmão faz-me salivar...
    Um abraço de bom fim de semana
    Guida

    ResponderEliminar
  8. Eu gosto das minhas pequenas rotinas Suzana, e do forno aceso ao domingo!
    A serenidade de um prato, em sabores simples mas elegantes e adoráveis.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. amiga, adoro as rotinas do fim de semana. fazer coisas prazerosas que a rotina da semana jamais me permite executar como gosto. Quando tenho que ficar fora de casas por compromissos tipo exibicoes, fico aguniada, inquieta.
    gostei muito deste teu salmao, e me dei conta de que nunca comi salmao desta forma. Devo esperimentar.

    ResponderEliminar
  10. Gosto de hábitos, especialmente quando são assim tão bons :) Salmão recheado é uma ideia maravilhosa.

    ResponderEliminar
  11. Uma refeição bem ao gosto do meu paladar!
    Bjs, Susana
    Nota: Ver os passatempos a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2014/01/tronco-de-ano-novo-trunk-of-new-year.html
    https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

    ResponderEliminar
  12. Que bonito post como sempre, com fotografias fantásticas e comida cheia de personalidade! Ja sabes o que penso do teu blog :)

    ResponderEliminar
  13. Eu não sou de rotinas, mas gosto dos fins de semana vividos sem pressas e tal como tu também ligo sempre o forno.
    Gostei muito da receita de salmão e fiquei tão, mas tão curiosa em relação ao vinho.
    Beijinho cheio de saudades

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!