12.3.14

Brownies, hambúrgueres e limonadas no To.B

To.B

Eu não pertenço ao grupo de seres que se sentam para o almoço a sonhar com a sobremesa. Quase sempre os meus almoços terminam sem um doce e levanto-me da mesa com um sorriso. E depois há dias em que um prato destes nos cruza o caminho. Solução? Partilhá-lo alegremente com outros gulosos e reconhecer um bom brownie quando este nos passa pela colher.

De todas as refeições em que o hambúrguer é o centro geométrico dos desejos do momento, há lugares que são mais que um meio para satisfazer tais vontades. Comidos entre conversas e muitas limonadas, os hambúrgueres do To.B arriscam-se a ser quase perfeitos. Depois de entrar na cozinha do chef Tomas Vasconcellos e aprender como se fazem estes hambúrgueres fiquei a perceber porquê.

To.B - To burguer or not to burguer

Todos os pormenores são pensados cuidadosamente para conseguir o melhor hambúrguer: a proveniência da carne, integralmente vinda dos Açores, os cortes escolhidos, a forma de picar a carne e os tempos controlados de refrigeração estão na linha da frente. Depois é a confecção, feita numa chapa optimizada para permitir a caramelização, com tempero no momento. Um dos segredos é o pão e a forma como é torrado, passado por manteiga. O outro é a combinação de sabores em diferentes alternativas.

Mas os vegetarianos não são esquecidos. Para eles, um cogumelo portobello recheado com caviar de beringela e servido com mozzarella fresca e rúcula. Ao contrário de outros restaurantes onde se procuram alternativas de substituição da carne, aqui o hambúrguer vegetariano merece atenção por direito próprio.

To.B To.B

To burguer or not to burguer é a questão. Há saladas no menu mas, não sendo uma refeição para todos os dias ou todas as semanas, o conselho é mesmo escolher um dos hambúrgueres. E, claro, acompanhar com as batatas fritas rústicas ou as cascas e uma limonada ou chá gelado.

Porque um dia não são dias, para terminar, um crumble ou um brownie, com este último a ganhar a minha preferência. No prato, a simplicidade de uma sobremesa onde chocolate, nozes e um creme inglês muito bom fazem a felicidade dos comensais.

To.B



Brownies com creme inglês
Adaptado de uma receita do chef Tomás Vasconcellos, Revista Prevenir, Fevereiro 2014

serve 10-12

100 g chocolate, mínimo 70% cacau
200 g nozes descascadas
200 g manteiga sem sal, derretida
200 g açúcar amarelo
3 ovos grandes
100 g farinha, peneirada

para o creme inglês:
1 gema de ovo
160 ml leite
160 ml natas
60 g açúcar

Pré-aqueça o forno a 180 ºC. Junte a manteiga em cubos e o chocolate partido numa tigela resistente ao calor. Coloque sobre uma panela com água a ferver (sem tocar a água) e deixe derreter. Mexa para misturar, retire do lume e reserve. Bata os ovos com o açúcar até obter uma mistura leve e esbranquiçada. Adicione a mistura de chocolate e mexa. Junte a farinha e as nozes. Verta a massa numa forma quadrada de 22x22 cm, untada e forrada com papel vegetal. leve ao forno cerca de 30 minutos.

Para o creme inglês, aqueça o leite e as natas com o açúcar numa caçarola. Deixe levantar fervura e retire do lume. Bata a gema de ovo ligeiramente e, mexendo sempre, junte ao leite. Leve de novo ao lume e mexa até engrossar. Deixe arrefecer.

Sirva os brownies cortados em quadrados, com o creme inglês. Pode também juntar uma bola de gelado de baunilha e chantilly.

--
leia também:
Uma semana à mesa, por Isabel Zibaia Rafael no Cinco Quartos de Laranja

12 comentários:

  1. eu também não fico com cara triste por não comer sobremesa. aliás, sempre foi hábito cá em casa as sobremesas só em dias de festa ou fins-de-semana por isso normalmente a sobremesa é uma peça de fruta :)
    mas também não digo que não a um brownie com este aspecto pecaminoso :) adoro brownies!
    beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Curioso, que este foi o pior sítio onde já comi um hambúrguer. A carne parecia descongelada à pressa de tanto líquido que deitava, o bacon estava ressequido e requentado. As batatas estavam excelentes, mas nunca será (para mim óbivo :P) um sítio a repetir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Francisco,

      Os hambúrgeres que provei no To.B nesta ocasião eram todos muito bons, bem confeccionados e servidos de forma cuidada. Tenho pena que não tenha tido a mesma experiência. A única forma de saber se foi apenas um percalço é experimentar novamente. Sei, porque já me aconteceu, que é difícil voltar a sítios onde a refeição não correu bem mas espero que o possa fazer. :)

      Eliminar
    2. Neste caso, não voltarei. Foram demasiados "descuidos" para dar uma segunda chance. Ainda me tinha esquecido da cebola, que não estava caramelizada mas apenas queimada nas pontas. Não me parecem erros aceitáveis para o que se cobra lá. Pelo que percebi do texto (mas posso estar enganado!) parece-me que a Susana esteve lá por convite? Digo isto, porque diz que visitou a cozinha. Ficaria espantado se as coisas não tivessem sido cuidadas numa situação assim. :)

      Eliminar
    3. Compreendo perfeitamente a sua posição, Francisco. Nesta refeição estive, de facto, num workshop com o chef.

      Eliminar
    4. Por coincidência ou não aconteceu-me o mesmo que ao Francisco Costa, não consegui comer o hamburguer. Péssima publicidade para a carne dos Açores que tem carne tão deliciosa... As batatas são efectivamente magnificas mas não compensam a quantidade de cartilagens horriveis que vinham na carne! Mau dia ou não, ficou riscado...

      Eliminar
  3. Olá Suzana,
    O aspecto de toda a comida que nos mostras é de dar água na boca, mas o veredicto final será dado depois da prova dos mesmos.
    Para já, a tua opinião conta e muito e fico em pulgas para quando for a Portugal, colocar esse local na minha agenda.
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  4. Por cá as sobremesas são de vez em quando. Já os hamburguers são habituais. E é engraçado como até agora partilhei tão poucas receitas. Há que começar a muda isso :D

    ResponderEliminar
  5. Os meus terminam sempre com um doce :) Adorei a sugestão tanto do restaurante como dessa receita maravilhosa!! Fabulosos esses brownies :)
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  6. A esta sobremesa devem ser poucos os que conseguem resistir :)
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  7. confesso que tenho um fraquinho por sobremesas, especialmente se for depois de um bom salgado ;))
    esses brownies com creme inglês devem ser uma perdição!!!

    ResponderEliminar
  8. Que maravilha. Apetece provar tudo mas esse brownie...

    ______________________
    Ana Teles | Telita
    blog: Telita na Cozinha


    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!