3.3.14

{Pedro e o Lobo} Histórias e sabores de encantar

Pedro e o Lobo, Lisboa

Na esquina de duas ruas que se encontram logo ali adiante com outra fica o Pedro e o Lobo. Empurro a porta pesada do restaurante e espreito antes de entrar. É o bar que nos recebe, com a sala ali ao lado. É hora de almoço de um dia de semana, a luz refractada entra pelas grandes janelas e os copos, nas mesas postas, criam uma espécie de diálogo de brilhos. Numa das minhas infindáveis listas de sítios a conhecer e coisas a fazer, há muito que figurava o Pedro e o Lobo. Nesta edição do Portugal Restaurant Week foi a primeira escolha.

No mundo encantado das histórias é possível viajar sem tirar os pés do chão e viver alegrias e tristezas na pele de um personagem preferido. Na cozinha de alguns chefs há também essa promessa. Prato após prato, a vontade de ir e descobrir os caminhos da história que os ingredientes contam está muito presente. É assim nas influências asiáticas que atravessam a cozinha do chef Frederico Guerreiro e que são evidentes em muitos dos pratos que chegam à nossa mesa e nas referências visuais onde se desenham paisagens no prato. O melhor de desafiar as memórias do viajante é que, quase sempre, aromas e sabores de outros lugares se fazem convidados e sentam-se à mesa connosco.

Razões de sobra para chegar com expectativas altas, disposição para viajar e um sorriso largo na antecipação deste almoço.

Pedro e o Lobo, Lisboa Pedro e o Lobo, Lisboa

Entre um cesto de pão de azeitonas (que podia não estar tão mal cozido) e quadrados de foccacia e uma taça de bom azeite virgem extra Cartuxa, escolhemos os vinhos. Optámos por vinho a copo, um tinto Quinta do Vallado 2012 e um branco Catarina 2012 da Quinta da Bacalhôa, ambos sugestão da semana. O serviço é impecável, os vinhos são servidos de forma correcta e informada. Aliás, toda a nossa experiência no restaurante é marcada por um excelente serviço.

Como entrada, Croquetes, Maioneses & Mostardas. Dois croquetes gulosos, acompanhados por molhos com sabor vincado. Tudo bem feito. Reforço a minha má vontade com a tendência de empratamento em placas de ardósia que parecem ter chegado para ficar, logo agora que a peste dos pratos quadrados parecia ter sido debelada. No meu prato, redondo, Barriga de Porco, Miso & chouriço. Uma combinação de ingredientes, texturas e sabores ibéricos numa interpretação de valores seguros da cozinha japonesa: um caldo, vegetais crocantes e uma proteína cozinhada na perfeição. Talvez o meu prato preferido do dia.

Algum tempo até chegarem os pratos principais. Nada que nos importunasse. Peixe do Atlântico Nordeste & Migas do Sudoeste, para mim, e Bochechas de Porco, Alfarroba, Figos, Amêndoa & Laranja, para a minha cara-metade. A minha escolha é uma referência constante ao mar com algas e espumas a pontuarem o prato. Normalmente não sou fã de espumas, mas aqui aceito de bom grado a opção. É adequada e faz sentido, que no plano visual, quer nos aromas que traz. Fico de olho no prato, bonito, do outro lado da mesa. Em tons de castanho e laranja é um prato onde os diferentes sabores se completam mutuamente e perfeito para o dia chuvoso lá fora. À socapa, consigo desviar duas garfadas.

Pedro e o Lobo, Lisboa Pedro e o Lobo, Lisboa

Por fim, as sobremesas. Farófias & Leite cremoso e Leite Creme Queimado. A farófia, muito leve, contrasta com a riqueza do meu leite creme. Não sou capaz de comer mais de metade da generosa dose, um problema resolvido prontamente pela minha companhia. Anseio pelo café, que chega logo. Fico a namorar o açúcareiro. Não que o meu café precise de açúcar ou a minha refeição de outros complementos. Estou satisfeita. Muito.

A Restaurant Week é uma iniciativa que oferece um menu de entrada, prato e sobremesa por 20€, com 1€ a reverter para causas sociais. É uma oportunidade para conhecer novos restaurantes e voltar a velhos conhecidos. No Pedro e o Lobo, todos os pratos fazem parte da carta habitual, o que permite de facto ter uma experiência completa e apreciar o restaurante na sua plenitude. Uma possibilidade até 9 de Março, já que a Portugal restaurant Week decorre em todo o país até essa data.

Pedro e o Lobo, Lisboa Pedro e o Lobo, Lisboa Pedro e o Lobo, Lisboa

--
Pedro e o Lobo
Rua do Salitre, nº 169
1250-199 Lisboa


3 comentários:

  1. Ainda não fui experimentar nenhum... a ver se ainda vou a tempo :)

    ResponderEliminar
  2. Pois, gostei muito de conhecer o Pedro e o Lobo. E fiquei com muita vontade de experimentar esse peixe do Atlântico com migas, no prato redondo que eu também não morro de amores pelos quadrados :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!