17.3.14

Sopa de cenoura, leite de coco e baunilha

Sopa de cenoura, coco e baunilha

Doce ou salgado. Amargo, azedo ou umami. A teoria sobre o modo como sentimos na língua os diferentes sabores, a distribuição das papilas gustativas e a reacção de prazer ou desagrado é cada vez mais conhecida. Mas para mim é o "palato mental", aquele que construímos em função da sociedade em que vivemos, dos nossos hábitos e do que conhecemos, que é mais desafiante e melhor define o nosso lugar no mundo. A recente discussão sobre os insectos na alimentação faz levantar sobrolhos e provoca esgares. Como quase todas as escolhas alimentares é apenas fruto do nosso contexto cultural.

Mas sosseguem-se os corações e os estômagos mais revoltos. Nada de larvas, gafanhotos ou outros escaravelhos. A receita de hoje é uma proposta de inversão mais singela. A baunilha é, no mundo ocidental, largamente associada a bolos e sobremesas. É o doce, que a baunilha não tem, que o nosso cérebro procura assim nos chegam os primeiros aromas. Condicionados por anos de combinações onde açúcar e baunilha andam a par, há algures um interruptor que se acciona e nos remete para os doces. No oriente, contudo, são os pratos salgados que mais fazem uso da baunilha. Deixo-vos uma sopa onde a cenoura, o leite de coco e a baunilha se juntam para um almoço rápido. Sem ser doce.

cenouras e chicória Sopa de cenoura, coco e baunilha



Sopa de cenoura, leite de coco e baunilha

serve 4-6

2 colheres (sopa) de óleo de coco (ou azeite)
1 cebola grande, picada
650 g cenouras, descascadas e cortadas em rodelas
1 batata média, em cubos
1 alho francês, em rodelas
200 ml leite de coco
800-900 ml caldo de legumes
1/2 vagem de baunilha, sementes separadas

iogurte grego, para servir (opcional)

Coloque o óleo de coco (ou o azeite) e a cebola ao lume até esta ficar translúcida (sem queimar). Junte o alho francês, a batata e as cenouras. Deixe cozinhar 2 minutos, mexendo, e deite o caldo. Quando os legumes estiverem cozinhados (cerca de 10 minutos), adicione o leite de coco e a baunilha. Ferva. Retire do lume e reduza a puré. Rectifique o tempero e a consistência da sopa caso seja necessário.

Sirva com uma colherada de iogurte grego (se usar).

--
veja também:
Sopa de batata-doce e abóbora com baunilha
Sopa de cenoura e beterraba

9 comentários:

  1. Estou maravilhada. É mesmo como escreves, mal penso em baunilha o cérebro cai automaticamente nos doces. Tenho que fazer esta sopa para educar o meu cérebro :)

    ResponderEliminar
  2. Absolutamente divina e a ser testada com toda a certeza esta tua sopa!!
    Beijinhos e obrigada por tão interessante partilha,
    Lia.

    ResponderEliminar
  3. sopa com baunilha é toda uma nova dimensão para mim, adorei!

    ResponderEliminar
  4. É mesmo, baunilha associo logo a doce, é mesmo interessante ver o cérebro a funcionar e a sorrir para este prato de sopa :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Fantástico, sempre tudo tão perfeito por aqui!

    ResponderEliminar
  6. eu sou mais salgados hehe mas há dias em que um doce sabe pela vida :) esta ligação de sabores e aromas deixou-me encantada :)
    beijinho

    ResponderEliminar
  7. Que combinação de sabores original. Deve ter ficado tão bom!

    ______________________
    Ana Teles | Telita
    blog: Telita na Cozinha

    P.S.: Há um novo passatempo no blog! :)


    ResponderEliminar
  8. Nunca me passaria pela cabeça juntar estes ingredientes!:) Deve ter ficado delicioso!Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!