27.5.14

Panquecas de milho para um brunch de Domingo

Panquecas de milho

Ausentes entre alergias e um gato que não faz boa companhia a jarras floridas. São as flores que não posso ter em casa e estão perto do meu coração. Nada que não se resolva com o lavar dos olhos nos passeios pelo campo, que agora está no seu quase esplendor. Com o cebolinho todo florido, é boa ideia aproveitar também no prato as flores das ervas aromáticas.

As refeições leves fazem parte integrante do dia-a-dia cá de casa. Quer seja nos almoços de semana ou nas horas mais calmas do fim-de-semana, pratos coloridos e fáceis de fazer são sempre bem-vindos. Crepes e panquecas salgados são uma opção que arranca sorrisos mesmo em Domingos mais cinzentos. Servidas num brunch ou como almoço ligeiro, na companhia de uma salada, e estamos prontos para outras aventuras.

Panquecas de milho

A satisfação de colocar na mesa uma refeição feita a pensar na partilha da mesa com a família não tem obrigatoriamente de consumir horas a fio na cozinha. É esse o pressuposto do livro Paixão pela cozinha, que faz uma selecção das melhores receitas da Continente Magazine e as apresenta em forma de compilação.

É de lá que vem a receita de umas panquecas de milho deliciosas. Servidas com molho de iogurte e um chutney de pimento vermelho. A repetir muitas vezes.

Panquecas de milho Panquecas de milho



Panquecas de milho
Adaptado de uma receita do livro Paixão pela cozinha

serve 2

75 g farinha de trigo, peneirada
150 g milho doce, escorrido
25 g queijo parmesão, ralado na altura
½ colher (chá) fermento em pó
pitada de sal
1 colher (sopa) manteiga com sal, derretida
50 ml natas
sumo de ½ limão
1 colher (chá) raspa de limão
½ colher (sopa) açúcar granulado
1 ovo grande

para servir:
125 g iogurte grego, batido
cebolinho picado

Misture a farinha, o fermento em pó, a raspa de limão, o sal e o açúcar numa tigela. Bata ligeiramente o ovo com as natas, o sumo de limão e a manteiga derretida numa tigela mais pequena, à parte. Misture os líquidos com os sólidos até obter uma massa homogénea. Junte o milho e o parmesão e envolva.

Para cozinhar as panquecas, aqueça uma frigideira antiaderente em lume médio. Junte um pouco de óleo e pincele o fundo. Deite uma pequena concha de massa (cerca de 50 ml). Deixe cozer, até que apareçam bolhas à superfície (cerca de 2-3 minutos). Vire a panqueca e coza por mais 1 minuto ou até estar dourada. Repita com a restante massa. Reserve as panquecas cobertas com um guardanapo de tecido. Sirva com iogurte, cebolinho picado e um chutney de pimento vermelho.

11 comentários:

  1. devem ser bem fofinhas, mesmo como eu gosto :)))

    ResponderEliminar
  2. Olá Suzana,
    Boa sugestão essa das panquecas salgadas. Faço panquecas todos os sábados, porque é dia de brunch (as meninas adoram) e nunca me ocorre fazer uma versão salgada. Mas agora vou fazer e vai ser esta receita que o milho por estas bandas é muito apreciado.
    Como acho que te interessas por estes eventos, envio-te a divulgação:
    http://cechfluc.wix.com/ifhca
    1 abraço,
    guida

    ResponderEliminar
  3. Por cá também adoramos as panquecas salgadas. E as doces, claro. uma boa salada a acompanhar e temos uma refeição maravilha. Acho que me deste uma boa ideia para o jantar de hoje (este fim de semana não tive tempo para preparar os menús semanais!)

    ResponderEliminar
  4. Adoro este tipo de refeição e já levo a receita para que não me escape...
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  5. Estou muito curiosa nesse livro, sempre gostei muito da revista. No primeiro ano em que ela saiu lembro-me que comprei os meses todos. Entretanto tive de parar que já não sei onde por tanta receita que gostava de fazer. Adorei a sugestão como sempre com fotografias perfeitas.

    ResponderEliminar
  6. As fotografias dizem tudo:)

    Adoro adoro nunca experimentei panquecas desta forma cozinhadas mas parecem ser fabulosas.

    Beijinho
    http://prazeressaudaveis.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Gosto muito de panquecas salgadas e adoro as flores de cebolinho :)
    E ando curiosa com esse livro!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  8. Ai que delīcia. talvez ate apareça aqui em casa no domingo. adoro milho. e fiquei encantada com as florzinhas. Tambem adoro ter flores em casa. Da uma alegria e colorido ao ambiente. Agora como não tenho gata fico safa.xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando quiseres, amiga. Até te empresto a gata para a estadia! ;))

      Eliminar
  9. Devem ser tão saborosas!

    ______________________
    Ana Teles | Telita
    blog: Telita na Cozinha


    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!