24.6.14

Clafoutis de flores de curgete e mozzarella

Clafoutis de flores de curgetes e mozzarella

Se eu puder escolher, quero que o verde mais verde seja pontuado de outras cores. Que ao longe se distingam uma e outra a seguir a muitas mais. São as flores do campo do meu encanto, que os olhos percorrem sem pressa aparente. Uma espécie de terapia, um encher a alma de luz e cor e aromas mil.

Comer ou não comer, eis a questão. Bonitas e delicadas, povoam campos e jardins e enquadram no horizonte um cenário mais acolhedor. As flores que embelezam os meus dias tendem a acabam no tacho ou no prato. Escolhê-las é trabalho para quem sabe mais que eu sobre o assunto. As flores que se podem, ou não, comer são assunto sério. Ando de trás para a frente com um dos livros favoritos do ano passado quando me chegam às mãos dois pares de curgetes com as suas flores.

Clafoutis de flores de curgete e mozzarella Flores de curgete

De acesso cada vez mais fácil, as flores de curgete são um daqueles ingredientes que apetece experimentar e colocar no prato só para apreciar as caras à volta da mesa. Porque alimentam a imaginação e são excelentes para rechear, fritar ou usar em comida de tacho, estão no topo das minhas preferências no que a flores comestíveis diz respeito.

Para abrir as hostilidades num Verão que teima em não se fazer notado, as primeiras curgetes da estação fizeram-se num clafoutis vegetariano. Almoço perfeito para um fim-de-semana a pedir conforto e pratos simples.

jardins e dias de sol



Clafoutis de flores de curgete e mozzarella

4 porções, como entrada

4 ovos
200 ml natas
100 ml leite
100 g mozzarella, em pedaços
50 g farinha de espelta integral
2-3 cebolos, picados
4 courgettes pequenas com flor, fatiadas e a flor separada
1 colher (sopa) azeite
2 anchovas, escorridas e picadas finamente
sal e pimenta preta moída na altura

Pré-aqueça o forno a 180°C. Pincele um prato de forno médio com manteiga e polvilhe com farinha de espelta.

Numa frigideira, coloque o azeite, as anchovas, os cebolos e as curgetes (sem a flor) em lume fraco, cerca de 4 minutos. Entretanto, numa tigela média, bata os ovos com as natas. Adicione a farinha, mexendo continuamente com uma vara de arames. Acrescente o leite e bata até a mistura se apresentar homogénea. Junte a mistura de cebolo e curgete e mexa. Tempere com sal e pimenta prata moída na altura. Deite a massa no prato. Disponha as flores de curgete por cima e divida a mozzarella. Leve ao forno 15-20 minutes ou até estar cozido. Sirva imediatamente, como acompanhamento ou com uma salada de tomate e manjericão.



10 comentários:

  1. No ano passado também experimentei! São muito boas recheadas mas assim também me parecem muito bem!

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro flores de courgette e já comi fritas e recheadas e adorei esta sugestão, pois é diferente e fica linda!
    Um beijinho grande,
    Lia.

    ResponderEliminar
  3. Que sugestão deliciosa! Também ando para experimentar uma receita com flores de curgete. Adorei a sugestão.
    um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Suzana, que maravilha! Não há Verão envergonhado que tire a vontade de trazer para a mesa estas delícias da estação. :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Nunca provei, mas este post é o convite certo a experimentar.

    ResponderEliminar
  6. Que coisa linda de ver!
    Eu adoro as flores de curgete, e prefiro assim do que fritas.
    Coisas boas da estação que está tímida. Menos à mesa.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Tenho tanta vontade de experimentar flores de courgete mas nunca as encontrei por cá.
    Deve ter ficado delicioso esse clafoutis.
    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  8. Eu quero tanto comer este clafoutis que nem imaginas. Só me faltam as flores :(

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!