30.6.14

Mini-tartes tatin de banana, pimenta preta e caramelo

Mini-tartes tatin de banana e caramelo

Cada receita tem uma história. Faz um caminho, com curvas e rectas, momentos para recordar e para esquecer, lendas mais ou menos verdadeiras e uma ou outra anotação pessoal e intransmissível. Medos à parte, fazer tartes invertidas com caramelo a ferver não é para meninos e eu não sou especialmente aventureira com pontos de açúcar e altas temperaturas. Tenho, contudo, um fraquinho por caramelo e tarte tatin. À procura de um percurso mais curto para a felicidade, descubro num pacote de caramelos Werther's Original a resposta para uma versão rápida e fácil de mini-tartes tatin de banana, pimenta preta e caramelo.

Quando eu era miúda os caramelos vinham de Espanha e estavam associados a momentos especiais como o Natal, as viagens dos meus pais ou as férias grandes. Hoje são ingrediente para uma sobremesa de encher o olho, no final de uma refeição especial.

agapantes Mini-tartes tatin de banana e caramelo

Eu não sou, por natureza ou convicção, uma criatura paciente. Se sei fazer massa folhada? Sei e já fiz. Mas a vida tem tantas dobras e voltas que as da massa folhada são-me dispensáveis. Dito isto, é importante escolher uma de qualidade, preferencialmente biológica e feita com manteiga. Para dias de festa e de pouco tempo, uma tarte tatin com banana, pimenta preta e caramelo é uma opção que garante sorrisos à volta da mesa.

A ideia de combinar banana e pimenta preta é de um autor de que gosto muito. Lucas Hollweg acredita que o doce das bananas em conjunto com o perfil aromático da pimenta preta se eleva a um patamar de sabor mais complexo e mais rico. Tentada a comprovar a teoria, tenho guardado a ideia desta combinação sempre com alguma desconfiança. Agora que experimentei não posso estar mais de acordo. E com caramelo à mistura, é ainda melhor!

Mini-tartes tatin de banana e caramelo



Mini-tartes tatin de banana, pimenta preta e caramelo

6 mini-tartes (ou uma tarte grande)

1 placa rectangular de massa folhada (da melhor qualidade possível)
3-4 bananas maduras (mas não moles)
1 colher (sopa) de leite
pimenta preta moída na altura
100 g caramelos Werther's Original creme caramel

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Use formas sem fundo amovível e com alguma altura (mais de 3 cm) para evitar que o caramelo verta.

Coloque os caramelos com o leite numa tigela resistente ao calor sobre uma panela de água a ferver. Deixe derreter completamente. Divida o caramelo pelas formas e deixe arrefecer ligeiramente. Polvilhe uma pitada de pimenta preta em cada forma. Corte as bananas em fatias da mesma espessura (cerca de 1 cm) e disponha sobre o caramelo. Junte as fatias o mais possível mas deixe uma pequena margem a toda volta (para poder entalar a massa folhada). Estenda a massa e corte círculos um pouco maiores que a forma. Cubra as bananas com a massa e empurre junto às paredes da forma. Pique com um garfo e leve ao forno 18-20 minutos ou até a massa estar dourada. Retire as formas do forno e deixe arrefecer um pouco (5 minutos). Passe uma faca a toda a volta e inverta sobre os pratos de servir. Sirva as tartes mornas com natas batidas e casca de limão ou gelado.




4 comentários:

  1. Pequenas maravilhas, lindas e deliciosas! Adorei :)
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  2. Gostei da combinação da banana com a pimenta. E hei-de experimentar! E sim, as voltas da massa folhada são dispensáveis quando já temos tantas voltas para dar na vida :)

    ResponderEliminar
  3. Fiquei curiosa para experimentar também :)

    ResponderEliminar
  4. Essas tartes estão lindas Susana, uma pequena maravilha e essa conjugação de sabores promete, fiquei curioso com a combinação de ingredientes. ;)
    Beijinho.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!