25.9.14

Pudins de café e chocolate e uma aventura cubana

Pudim de café

Contem-me uma história. Levem-me a passear sem que eu saia do lugar. O melhor que me pode acontecer é encontrar no prato, no copo ou na chávena a possibilidade de viajar até terras longínquas. Encontro razões de sobra para sonhar com sítios onde não estive, culturas das quais sei muito pouco ou hábitos alimentares diferentes dos meus e que me façam pensar.

Uma tarde em Havana, pode ser? O desafio é da Nespresso, a propósito da sua mais recente edição limitada. Ritmos de cidades coloridas, numa língua doce e envolvente, com os olhos no azul do mar a perder de vista. É o ambiente que molda os sentidos e cria a ilusão, sem sair de Lisboa. Estou em Cuba por uns instantes, almoço em casa de uma família e tento imaginar a minha chávena de café meio cheia de açúcar. Se as tradições da casa são para seguir este é um desafio que estou reticente em aceitar. Bebo o meu café sem açúcar desde que me lembro. Mas nada como experimentar.

Cubania Pudim de café

A ideia é encontrar no café um final de refeição bem docinho. Cubania é um café com espírito cubano, torrado e intenso e que convida à companhia de uma colherada de açúcar de cana no tradicional cafécito tomado em jeito de sobremesa. Percebo a intenção mas prefiro explorá-lo ao natural. Fico a pensar, contudo, na parte do doce que há-de encerrar o almoço.

E se a sobremesa for uma quase chávena de café? Puxo dos meus potinhos para pudim, misturo café acabado de tirar com meia-dúzia de ingredientes e sirvo com um sorriso. Não é como viajar até Cuba mas fica lá perto.

São servidos?

Cubania Cubania



Pudins de café e chocolate

serve 6-8

200 ml natas
200 ml café expresso, acabado de fazer (usei 4 cápsulas de Cubania)
75 g açúcar mascavado claro
50 g chocolate (mínimo 70% cacau), picado
35 g cacau (de boa qualidade)
1 colher (sopa) amido de milho
2 gemas

Numa caçarola, aqueça as natas. Use uma tigela grande para misturar as gemas com o amido de milho até formar uma pasta. Adicione as natas aquecidas aos poucos e mexa. Retorne a mistura à caçarola e leve de novo a lume brando. Mexa até engrossar (2-3 minutos), retire do lume e junte o chocolate picado. Bata até este derreter completamente. Coloque o açúcar num recipiente resistente ao calor e verta o café acabado de fazer e mexa até dissolver. Com uma vara de arames incorpore o café açucarado no pudim e mexa até obter uma misture homogénea. Verta para copinhos ou taças e deixe arrefecer completamente. Refrigere 2 horas (retire do frio 20 minutos antes de servir).

Sirva com iogurte ou com crème fraîche.

3 comentários:

  1. O recheio destes lindos potinhos deixaram-me completamente derretida... Adoro a intensidade dessa combinação de sabores e juntando essa cor fantástica... ui, ui! :)
    Não conheço ainda o Cubania mas tenho mesmo de experimentar!

    Bjinhos
    Susana

    ResponderEliminar
  2. Que cor bonita, eu infelizmente não posso beber café(bica), mas adoro o aroma e coisas com café. Mas adorei este post, tenho um grande sonho desde miúda de ia a Cuba. beijo

    ResponderEliminar
  3. Humm gosto tanto de sobremesas com café. Os teus pudins ficaram com um aspecto delicioso.

    Beijinhos,
    Clarinha

    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2014/09/dia-mundial-do-coracao-e-uns-ovos.html

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!