9.7.15

{Nespresso Gourmet Weeks} O café como ponto de encontro

Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa

Que o café pode juntar as pessoas, que é pretexto para trabalho e para celebrações e panaceia para (quase) todos os males, já se sabia. Que também é razão para os chefs se encontrarem para momentos de partilha com menus a quatro ou seis mãos é que é novidade. O Nespresso Gourmet Weeks acolhe uma série de jantares especiais e resulta de um desafio feito a alguns chefs de norte a sul do país para uma troca de experiências em torno do café.

Com a etapa inicial marcada para o Feitoria, o convite de João Rodrigues é dirigido a Ricardo Costa (The Yeatman), numa espécie de duelo Sul / Norte entre estrelas Michelin. Foi sem saber o que esperar mas com as expectativas elevadas que cheguei ao Altis Belém, onde a vista de rio me recebe sempre de braços abertos. E a recepção não podia ser melhor. A falsa cereja, com caroço e tudo, é na realidade feita de foie gras e avelã, replicando as texturas esperadas numa cereja e ao ser colocada na boca arranca sorrisos pela diferença nos sabores.

Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa


Se há síntese perfeita para a cozinha de João Rodrigues talvez seja esta aparente simplicidade que se traduz em pratos cheios de camadas de significado, sempre caracterizados por grande frescura e desenlaces surpreendentes. O seu encontro com Ricardo Costa, cujos bonitos pratos quase não apetece comer, representa a promessa de um jantar onde impera grande perfeição técnica e estética.

Conhecendo um pouco da cozinha dos dois chefs, vão-se fazendo apostas sobre a autoria de cada um, entre os aperitivos Sapateira, maçã verde e pele de galinha, Raia frita, Polvo e batata doce e as entradas Tomate coração de boi confitado, espuma de tomate e mozarella e uma tosta de tártaro de camrão com espuma de wasabi. Depois de saboreados, lá veio a resposta: os primeiros são do chef anfitrião e as segundas do chef convidado. Levo na memória a excelente sapateira e a curiosa pele de galinha estaladiça. Mas os meus pratos preferidos da noite, estavam por chegar...

Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa

[a fotografia dos chefs João Rodrigues e Ricardo Costa foi gentilmente cedida pela Nespresso]




É o Carabineiro, salada fresca de pepino e rabanetes que me rouba o coração, um prato assinatura de João Rodrigues. Da combinação fresca do pepino e do rabanete que compensa na medida certa a riqueza do lavagante, são as cores que primeiro chamam a atenção. Depois é a perfeição dos sabores e das texturas, num empratamento que valoriza o prato.

Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa

[a fotografia do chef Ricardo Costa foi gentilmente cedida pela Nespresso]

Enquanto na cozinha já se finaliza o prato de peixe, que há-de vir em seguida, renova-se a questão da autoria. E ei-lo que chega. O Cherne ao vapor com algas, raviolis de bacalhau, cogumelos morello e molho de champanhe não é um prato inesquecível pela sua aparência mas será certamente lembrado pela explosão de texturas, aromas e sabores. Não me esqueço tão depressa deste prato de Ricardo Costa, onde a riqueza do molho completa a singeleza do peixe confeccionado de forma irrepreensível. Já com o prato de carne Porco Alentejano em duas confecções, batatas e pickle de couve na mesa, não consigo deixar de pensar no prato anterior.

Porque a sobremesa arrebata sempre a audiência, a proposta de João Rodrigues é uma ode ao café, que chega na companhia de Chocolate 80%, fava tonka, caramelo e Grand Cru Ristretto. Por mais cheio que se possa estar, há sempre lugar para o doce, mais ainda quando nos obriga a partir a "tampa" de chocolate para descobrir os restantes componentes e perceber a óptima combinação que oferecem.

Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa Nespresso Gourmet Weeks, Feitoria, Lisboa

O Nespresso Gourmet Weeks passou no dia 8 de Julho pelo Porto, onde o chef Pedro Lemos recebeu o chef Joaquim Sousa. A próxima etapa em Lisboa terá lugar no Hotel Myriad by Sana, com o chef Frederic Breitenbucher convida o chef Patrick Lefeuvre e o chef Luís Mourão. De volta ao Porto, é no Ferrugem que os chefs Renato & Dalila Cunha recebem o chef André Magalhães. O périplo termina no Hotel The Oitavos, em Cascais, com o chef Cyril Devilliers faz a festa com o chef Paulo Matias, o chef Joaquim Sousa e o chef Francisco Siopa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!