4.11.15

{Coração, Cabeça e Estômago} Uma exposição de fotografias e 8 anos de blog

dióspiros // persimmons

Diz-se do tempo que é subjectivo, construído de significados únicos e intransmissíveis, vivido com todos os sentidos em alerta, guardado na memória por ordem de prioridade. Há 8 anos abri pela primeira vez uma caixa de texto para escrever uma receita. Foi um acto fruto do acaso e sem qualquer premeditação. Mal sabia que a criatura acabada de nascer havia de tomar vida própria e seguir caminhos seus levando-nos consigo sem pedir licença. Têm sido anos de novas descobertas, encontros felizes e muito por que dar graças. Grata estou por vos ter aí, lendo, seguindo, comentando, dando mais do que o que levam. Sempre.

Da criatura crescida, que se emancipa todos os dias, saiu uma exposição de fotografias. Coração, Cabeça e Estômago. Título roubado a Camilo, numa singela homenagem à colecção de livros de José Quitério, para um conjunto de imagens do blog patentes no Centro de Artes e Espectáculos na Figueira da Foz durante o mês de Novembro. São imagens feitas no momento, com a chegada do mercado, da comida a caminho da mesa ou a última imagem do prato na mesa antes de se começar a comer. Cada imagem resulta de um disparo, sem planeamento ou encenação. Deixo-vos o texto da exposição e mais um agradecimento por estes 8 anos. Obrigada!

Figueira da Foz, Portugal Coração, Cabeça e Estômago, CAE, Figueira da Foz Coração, Cabeça e Estômago, CAE, Figueira da Foz



Coração, Cabeça e Estômago

Histórias de comer escritas entre a bancada da cozinha e a mesa de refeições, à boleia de um copo de vinho, muita conversa e uma mexidela de tacho. Três actos de uma vida dedicada à comida.

* Coração *
Os afectos e os sabores familiares, os aromas de pratos favoritos e o retorno a emoções que nos transportam para outros lugares. Cozinhar é um acto de amor e carinho, uma prova de dedicação impossível de traduzir em palavras.

* Cabeça *
As memórias do que nos faz ou fez felizes são alimento para a mente. É a lembrança de momentos em torno da mesa que nos faz reviver uma e outra vez aquela refeição e as vozes conhecidas, na partilha do mais humano dos actos: o comer acompanhado.

* Estômago *
A sensação de conforto e plenitude que vem da saciedade é tanto fruto do que se comeu como daquilo que se viveu. Da gula propriamente dita fica apenas a vontade pois à barriga só chega o que o cérebro registou e o peito guardou.

--

CAE, Sala Afonso Cruz
Rua Abade Pedro
3080-084 Figueira da Foz

(entrada gratuita)

15 comentários:

  1. Muitos parabéns pelos 8 anos do blogue e por nos deliciarem sempre com tão belas receitas e reportagens escritas e fotográficas.
    A exposição, tenho a certeza, será um enorme sucesso, pois o bom gosto, uma das patente deste blogue, tenho a certeza, foi passado para as paredes da galeria.
    Um beijinho e muito sucesso,
    Lia

    ResponderEliminar
  2. Que corra lindamente querida Suzana! Com tamanha arte que te corre nas veias de certo será um sucesso!
    E parabéns, pelas conquistas! Que venham mais 8! :)

    ResponderEliminar
  3. 8 anos é muuuuita fruta, parabéns e vham muitos mais!

    ResponderEliminar
  4. Muitos parabéns! Que bom.
    Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Um graaaaaaaaaaande beijinho Suzana, muitos parabéns !! Venham mais 8 ; )

    ResponderEliminar
  6. Obrigada por estes 8 anos de blogue. Vou acompanhando a tua "viagem", embora muitas vezes calada e é sempre um prazer enorme passar por aqui. As receitas, as fotografias, as histórias, os livros, as experiências. Parabéns :) que venham mais :) um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Ohhhhhhhhhhhhh! Apesar de indirectamente eu também estou lá. Com um delicioso bolo de chocolate e uma camisa às flores.
    Parabéns pelo teu trabalho e pelo blog, que trouxe tanta coisa boa, fotos, comida e algumas boas amizades.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Suzana,
    hoje tinha de deixar lastro das visitas, ultimamente muito silenciosas. Estou muito grata por aceitares o desafio de expor no CAE. O teu trabalho é (sempre) inspirador e estou certa que despertará diversas emoções a quem tiver a oportunidade de visitar a Figueira durante este mês.
    Um abraço,
    Guida

    ResponderEliminar
  9. Venham mais oito, ou muitos mais. É sempre um prazer passar por cá e absorver um pouquinho de ti.

    ResponderEliminar
  10. Parabéns Suzana! Mais que merecido. Que perdure a bonita obra, a amizade e a felicidade partilhada.
    Beijo grande com saudades

    ResponderEliminar
  11. Totalmente merecido! Continua com as palavras e as imagens bonitas. Bjinho

    ResponderEliminar
  12. Tão bom Suzana, parabéns por estes 8 anos, que foram sempre inspiradores e nos enchem a alma de comida e belos textos.
    Há lugares genuínos e que nos fazem sempre voltar, e este é um deles.
    Vou ver se passo na exposição entretanto, vou deliciar-me com as imagens.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Bom dia Suzana,

    Já por aqui tinha passado sem me pronunciar. Foi hoje o dia que revisitei novamente este post e será o momento oportuno para o comentar. Primeiro que tudo muitos parabéns, pelos 8 anos de um excelente trabalho, de lindas fotos, de simples e saborosas receitas e de parágrafos excritos que nos cativam a cada frase lida e relida.
    Foi no passado domingo, que decidi ir dar uma voltinha pela nossa linda Figueira. Não poderia deixar de passar no CAE e me deliciar com a tua exposição. Fotografias simples mas cheias de sentimento, conjugação perfeita com ensaios do nosso quatidiano. Preferi as fotos da parede do topo da sala, os diospiros na sua cor perfeita, os tomates verdes ainda a ganharem vida no tamateira, os amores perfeitos num bolo igualmente perfeito. Não me deixou indiferenete a pavlova e os pequenos almoços.
    Mais uma vez parabéns!! Que venham mais anos.

    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana,

      Obrigada pelas tuas palavras e pelo teu relato da visita à exposição. Fico de coração cheio e muito feliz! :)

      Beijo grande*

      Eliminar

Obrigada pelo seu comentário!