29.1.16

Granola fácil, em duas versões, doce e salgada

Granola de amendoim, anánas e gengibre

Na minha cozinha o espaço não abunda. Ora me falta bancada ou armários capazes de albergar todos os meus utensílios, loiças e mais apetrechos de que se faz uma cozinha, ora me apaixono por mais uma tigela ou um bule sem o qual não posso viver. Já a relação com as máquinas é muito ponderada. Até há um mês atrás não tinha um robot ou uma fritadeira. Quis o Natal e o Ano Novo mudar essa premissa e eis que tanto se altera. Não exactamente os hábitos pois há muito que cá em casa fazemos o nosso iogurte, as compotas, o muesli e a granola e tantas outras comidas fáceis de fazer em casa, muito mais baratas e infinitamente melhores que as processadas. O que mudou foi o tempo e a maior facilidade dos processos. Ainda em aprendizagem para lidar com a Actifry, os resultados têm sido muito compensadores.

Hoje trago duas versões de granola: uma doce para lanches e pequenos-almoços e uma salgada, perfeita para sopas ou saladas. Ficam prontas em pouco mais de 10 minutos e usam muito pouca gordura. Os sabores escolhidos podem ser substituídos por outros, a gosto.

Granola de amendoim, anánas e gengibre Granola de amendoim, anánas e gengibre Granola salgada de cajú e caril

Para a granola doce, a base de aveia e uma mistura de amendoim e amêndoa para uma combinação de limão e gengibre, com ananás desidratado. É uma boa opção para o lanche, servida com iogurte e fruta, e com o doce que baste. Para a versão salgada, um piscar de olho aos sabores indianos com o caril e o cajú a tomarem primazia. A escolha de flocos de centeio, mais robustos e com um sabor mais pronunciado, serve bem o propósito de combinar com sementes e frutos secos e uma pontinha de picante. A mistura de caril utilizada determina o resultado final e o índice de picante. O chutney de manga não é essencial mas é delicioso, em conjunto com o caril. Pode ser substituído por compota de pêssego ou alperce para uma combinação compeltamente isenta de picante.

Bom apetite!

Granola salgada de cajú e caril Granola salgada de cajú e caril



{doce} Granola de amendoim, anánas e gengibre

150 g flocos de aveia
60 g amendoins
50 g amêndoas em palitos
25 g ananás desidratado
25 g sultanas
raspa de um limão pequeno
15 ml sumo limão
20 ml mel líquido
1/2 colher (chá) gengibre em pó
1 pitada de sal
1/2 colher óleo de coco (derretido)

Numa tigela, misture todos os ingredientes, à excepção do ananás desidratado, das sultanas e do óleo de coco. Mexa bem até obter uma mistura homogénea. Deite a mistura na Actifry de forma a ficar bem distribuída pela cuba, e verta o óleo de coco em fio a toda a volta. Marque 6 minutos e deixe cozinhar. Abra a Actifry, mexa ligeiramente com uma espátula e adicione o ananás desidratado e as sultanas. Cozinhe mais 2 minutos.

Deixe arrefecer completamente antes de guardar num frasco hermético. Mantêm-se por 1 mês.

Para fazer a granola no forno, pré-aqueça o forno a 180ºC. Espalhe a mistura sobre um tabuleiro grande forrado com papel vegetal. Leve ao forno 20-25 minutos, mexendo de 10 em 10 minutos, até a granola estar dourada. Cuidado para não queimar.

--

{salgada} Granola de cajú e caril

100 g flocos de centeio
50 g flocos de aveia
50 g cajús, grosseiramente picados
50 g amêndoas inteiras, com pele, picadas grosseiramente
25 g sementes de sésamo
35 g sultanas
30 ml água
1 colher (sopa) chutney de manga
1/2 colher (chá) garam masala
1/2 colher (chá) sementes de coentros em pó
1/2 colher (chá) açafrão das Índias em pó
flor de sal e pimenta preta moída na altura
1/2 colher óleo de amendoim

Numa tigela, misture todos os ingredientes, à excepção das sultanas e do óleo de amendoim. Mexa bem até obter uma mistura homogénea. Deite a mistura na Actifry de forma a ficar bem distribuída pela cuba, e verta o óleo de amendoim em fio a toda a volta. Marque 6 minutos e deixe cozinhar. Abra a Actifry, mexa ligeiramente com uma espátula e adicione as sultanas. Cozinhe mais 2 minutos. Tempere com flor de sal e pimenta preta moída na altura.

Deixe arrefecer completamente antes de guardar num frasco hermético. Mantêm-se por 1 mês.

Para fazer a granola no forno, pré-aqueça o forno a 180ºC. Espalhe a mistura sobre um tabuleiro grande forrado com papel vegetal. Leve ao forno 20-25 minutos, mexendo de 10 em 10 minutos, até a granola estar dourada. Cuidado para não queimar.

5 comentários:

  1. Olá Susana! Já em tempos tinha visto uma granola salgada e fiquei curiosa e com vontade de fazer, mas não registei logo na minha lista a fazer e nunca mais me lembrei! Até hoje... maravilha, tenho mesmo de fazer isto!
    Um beijinho, querida!

    ResponderEliminar
  2. Que vontade!
    Uma vez fiz uma granola salgada e adorei, também era com caril e achei perfeita para saladas e sopas.
    Os sabores juntos devem ficar tão bons, viciante!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Suzana, granola salgada foi coisa que nunca fiz ou provei.
    A ideia é excelente, e apaixonada como sou por "crocâncias" parece-me o toque perfeito para finalizar muitos bons pratos :)
    Gostei imenso!

    Bjinhos
    Susana

    ResponderEliminar
  4. Nunca tinha ouvido falar em granola salgada mas gostei bastante, deve ficar um óptimo complemento em qualquer salada, vou "roubar" a receita para depois experimentar na época das saladas. Gostei muito de conhecer o blog, que ainda não conhecia :)

    Gulosoqb

    ResponderEliminar
  5. Adorei sobretudo porque dou pouco uso à actifry
    Vou experimentar a minha receita de granola lá e experimentar a salgada que nunca fiz!

    Obrigada
    alimentacaonline

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!