10.10.16

Medalhões de pescada asiáticos e um workshop

Workshop Pescanova, Chef Miguel Mesquita

Quanto mais sei sobre comida, mais quero saber. Tenho nos livros e nas experiências refúgios seguros quando preciso de informação ou inspiração mas são as pessoas que mais contribuem para que eu queira saber mais. Novas técnicas, novos sabores e olhares diferentes. E é por isso que gosto de showcookings e, melhor ainda, workshops. Os meus caminhos cruzaram-se com o chef Miguel Mesquita na Academia TimeOut a convite da Pescanova, a propósito de técnicas simples para preparar peixe.

Camarão e massa kadaif, pescada e papelotes e uma mão cheia de aromas asiáticos e está lançado o desafio para o almoço. São as palavras apaixonadas de Miguel Mesquita sobre as propostas que vamos cozinhar que chamam a atenção primeiro. Depois é a explicação clara sobre as razões da escolha dos ingredientes e do modo de preparar as receitas deste workshop. Em boa companhai, entre gargalhadas e boa disposição, lá vamos seguindo as indicações e ouvindo dicas sobre os molhos a servir com a entrada de camarão crocante.

Workshop Pescanova, Chef Miguel Mesquita Workshop Pescanova, Chef Miguel Mesquita Workshop Pescanova, Chef Miguel Mesquita

Para prato principal, os medalhões de pescada esperam ao lado das couves pak choi enquanto o arroz cozido em leite de coco já se faz no fogão. Cozinhar peixe em papelote é uma excelente opção para manter a textura de peixes delicados e é uma técnica muito fácil. Mesmo para quem como eu encontra sempre forma de dobrar mal o papel ou falhar o centro. É só dispor os ingredientes, temperar e colocar no forno ou cozer ao vapor. Os sabores de hoje piscam o olho à Ásia e são especialmente equilibrados como nos explicou a nutricionista Raquel Abrantes: o molho de soja permite substituir a adição de sal, a lima acrescenta um aroma extra e o óleo de sésamo é uma gordura cheia de sabor (a usar com parcimónia).

No final, não podíamos estar mais felizes com os nossos resultados. E porque uma refeição não termina realmente sem uma sobremesa bonita, houve ainda tempo para uma galette de nectarina e frutos vermelhos que era tão bonita quanto deliciosa. Deixo-vos a receita dos medalhões asiáticos, que entretanto já repeti por diversas vezes, e a explicação de como cozinhar em papelote. Aprender uma nova técnica é emocionante e esta é muito simples e os resultados são sempre excelentes.

Workshop Pescanova, Chef Miguel Mesquita



Medalhões de pescada asiáticos (em papelote)
Adaptado de uma receita do chef Miguel Mesquita, Workshop Pescanova

serve 2

4 medalhoes de pescada
3 cebolos, picados
2 cm de gengibre fresco, picado
1 malagueta, picada
1 colher (cháa) açúcar mascavado
1 cenoura, em cubinhos
2 couves pak-choi, em tiras
1 dente de alho, picado finamente
2 colheres (chá) óleo de sésamo
sumo de 1-2 limas (dependendo da quantidade)
2 colheres (sopa) molho de soja
coentros picados

Corte dois rectângulos de papel vegetal e, em cada um, distribua metade da couve pak choi, cebolo, gengibre, malagueta e cenoura. Disponha em cima dois medalhões de pescada em cada papelote. Numa tigela misture o óleo de sésamo, alho, coentros (a gosto), sumo de lima, molho de soja e açúcar. Mexa para dissolver e verta metade desta mistura em cada papelote. Feche o papelote e leve ao forno a 180ºC 15-20 minutos.

Sirva com arroz de coco e coentros picados.

1 comentário:

  1. Querida Suzana,
    foi uma manhã tão bem passada. A comida estava muito boa.
    Um grande beijinho.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!