14.12.16

Rabanadas de brioche (com mel e pinhões)

Rabanadas (com mel e pinhões)

Dezembro de todos os encantos, todas as corridas, todos os sorrisos, ansiedades e mais que venha. Se há mês que garantidamente há-de ser uma montanha russa de emoções, é este. Respirar fundo, acreditar que tudo vai correr bem e encontrar compensação em chávenas de chá sem fim. E rabanadas. Dezembro foi inventado para que se pudesse comer rabanadas. É a minha convicção e não há maneira de me demover.

Pão, ovo e leite para uma fritura que se quer seca. Açúcar e canela como roupagem de festa tradicional para um Natal que não se faz sem estes aromas. Depois só fica o desejo de repetir vezes sem conta este prazer.

Rabanadas (com mel e pinhões)

Estas rabanadas são rápidas e praticamente sem gordura. É só colocar na Actifry o pão de eleição, neste caso brioche, passado por uma mistura de ovo e leite (que pode até ser vegetal) e 10 minutos depois, voilá! Porque os gulosos inventam sempre alternativas ao açúcar é o mel a escorrer e os punhões torrados que dão graça a estas rabanadas. Têm sido desculpa para os lanches de tardes a parecerem-se já com noites e têm feito dos nossos dias lugares com outra luz. Feliz Dezembro!

Que a força esteja convosco e que o último mês do ano vos traga muitas coisas boas. Entre as quais duas ou três rabanadas.

Rabanadas (com mel e pinhões)



Rabanadas (com mel e pinhões)

rende 4 rabanadas

4 fatias de brioche da véspera com 2 cm de espessura (ou outro pão a gosto)
1 ovo médio, batido
100 ml leite meio-gordo
1 colher (chá) açúcar
pitada de canela
manteiga (para pincelar a Actifry)

mel líquido e pinhões torrados, para servir

Aqueça o leite com o açúcar e a canela. Reserve. Deite o ovo batido num prato fundo e misture com o leite. Coloque a manteiga na Actifry 1 minuto para derreter e pincele a cuba. Passe cada fatia pela mistura de ovo, virando para absorver um pouco. Retire, escorra e disponha na Actifry. Repita para as restantes fatias. Programe 6 minutos. Ao fim deste tempo, vire as rabanadas e cozinhe mais 4 minutos.

Sirva de imediato com mel e pinhões.

* esta receita pode ser duplicada ou triplicada

2 comentários:

  1. Adoro rabanadas acabadinhas de fazer.
    Bela partilha.

    Beijinhos,
    Clarinha
    https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/12/tarte-de-castanhas.html

    ResponderEliminar
  2. Um feliz Dezembro também para ti Suzana, com todos os sabores, perfumes e mimos de natal, como uma rabanada que sabe tão bem.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!