13.11.17

Arroz doce negro (com manga) para um pequeno-almoço diferente

Arroz negro com manga

Hábitos e rotinas de largos anos são difíceis de alterar. O pequeno-almoço é uma das mais importantes refeições do dia e cá em casa é coisa levada muito a sério, com mesa posta de véspera e tempo extra para nos sentarmos a comer. Horários, vontades ou simples preguiça são pretexto para as imprescindíveis torradas, queijo e compota que acompanham o café da manhã desde sempre. Nos últimos anos fizemos da fruta indispensável no começo de todos os dias, com a estação a ditar se comemos morangos ou maçãs, kiwis ou pêras.

Não fosse a curiosidade e o desejo permanente de experimentar novas possibilidades e havia sossego por aqui. Assim, lá se vão introduzindo mudanças aqui e ali na procura do que nos preenche o estômago e a alma para dias longos de trabalho ou lazer.

trepadeira Arroz negro com manga

E se fizéssemos arroz doce preto? Habituado a décadas de perguntas como esta, a minha cara metade não vacila. Como de costume, abuso da boa vontade de quem raramente recusa experimentar coisas novas. Podia ser o nosso pequeno-almoço, com manga? Nariz torcido e ar abnegado, lá aceita trocar os pratos rasos por taças e as facas por colheres. Solarengo na cor e cremoso q.b. este arroz bonito foi luz maior para entrar no novo horário e aceitar os dias com menos horas de sol. E se não garantimos comê-lo todas as semanas, pode voltar à nossa mesa sempre que queira.

São servidos?

Arroz negro com manga


Arroz doce negro (com manga)

serve 6

1 chávena (250 ml) arroz negro*
500 ml água
1 lata (400 ml) leite coco**
2-4 colheres (sopa) açúcar amarelo (a gosto)
pitada de sal

manga madura, para servir
banana seca e amendoins torrados, para servir (opcional)

Sem agitar a lata de leite de coco, retire 3 colheres de sopa da parte sólida que se acumula no topo e reserve.

Aqueça a água num tacho largo e coza o arroz, tapado e em lume brando, com a pitada de sal (25-30 minutos ou de acordo com as instruções. A meio do tempo de cozedura, junte o leite de coco e o açúcar. Mexa ocasionalmente e verifique se o arroz está cozido e com a consistência desejada. Deite o arroz doce nas tigelas de servir e distribua o creme de coco reservado. Sirva com manga madura e banana seca e amendoins torrados (se usar).

--
* o arroz negro encontra-se nos supermercados chineses e no corredor de cozinhas do mundo dos hipermercados. Há arroz glutinoso e não glutinoso. Ambos podem ser utilizados nesta receita, ajustando o rácio de líquido para cozer o arroz e o tempo de cozedura. Neste caso, usei não glutinoso.

** pode usar-se o leite de coco para sobremesas (com maior percentagem de gordura) ou o leite de coco para cozinhar. Usei este último, com menos gordura, mas para um arroz mais cremoso é preferível o primeiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!