7.11.18

{ Viajar no Prato } No Chutnify há uma Índia pronta a descobrir

Chutnify, Lisboa

A viagem começa antes de nos sentarmos quando a sala nos recebe directamente no bar e, em jeito de check-in, escolhemos um cocktail que já remete para paragens longínquas. O Chutnify veio de Berlim para Lisboa e a comida promete levar-nos até à Índia, à boleia de especiarias, leite de coco e manga. O ambiente evoca a estética de Bollywood, num compromisso entre o informal e o tradicional, uma versão contemporânea do restaurante indiano onde diferentes gerações marcam encontro. Hoje a promessa é viajar no prato. Partimos para longe nesta refeição porque queremos conhecer melhor a comida da península indiana, os seus sabores e tradições.

Novembro é um mês importante com a celebração do Diwali. É tempo do festival das luzes, um dia de festa para os Hindus, em que se comemora a passagem das trevas para a luz com o início de um novo ano. Ainda a pensar na analogia da claridade, do recomeço sempre necessário a uma vida mais feliz, sentamo-nos por fim. Na mão segue um copo de Oh Kolkata (rum Old Monk, laranja, xarope de canela e limão) — bonito, aromático e muito equilibrado — é a companhia certa para começo de jantar e um brinde.

Chutnify, Lisboa
Chutnify, Lisboa

A curiosidade é grande e queremos provar as famosas dosas, uma espécie de panquecas finas com farinha de arroz e lentilhas moídas, servidas simples ou com recheios diversos. À laia de entrada, a escolha recai sobre uma Cheese Dosa (Crepe salgado feito de lentilhas e arroz recheado de queijo, tomate, pimentos e coentros, acompanhado com chutney de hortelã e de tomate) que apresenta uma textura surpreendente e muito sabor. Parece ter sido pensada para apreciar em conjunto com uma cerveja indiana suave, a deixar o palco todo para a fantástica dosa. Ao nosso lado, um senhor indiano que come sozinho delicia-se com a versão simples, retirando pedaços estalados de um longo "canudo" (esta dosa vem enrolada) e que ocupa metade da mesa. Numa nota mental, fica a vontade de pedi-la numa próxima visita.

Para prato principal, decidimos explorar a oferta de caril que é composta por versões de peixe, carne ou vegetais e com intensidade de picante variáveis. Desta feita são os mais suaves que escolhemos provar: Butter Chicken (Coxas de frango, masala, pimenta e gengibre) e Alleppey Fish (Robalo, leite de coco, mostarda e gengibre). Todos os pratos de caril vêm acompanhados de arroz basmati mas pedimos também Garlic Naan, um Pão indiano com alho. As diferenças de sabor do caril são evidente de um para o outro, não apenas na quantidade e tipo de picante, mas sobretudo na mistura de especiarias usada. Muito curioso é também o modo como o acompanhamento, arroz ou pão, altera a experiência, sendo o naan perfeito com o frango e o arroz basmati essencial ao robalo.

Com a refeição a cumprir todas as expectativas, o prato da noite ainda havia de chegar.

Chutnify, Lisboa
Chutnify, Lisboa



Para sobremesa, Pistachio Kulfi (Gelado Indiano de Pistáchio, fruta da época) e Mango Cardamom Mousse (Manga fresca com especiarias servidas em forma de mousse). Se o primeiro estava na lista de "a provar" e sendo bom não surpreendeu, foi o segundo que nos roubou o coração. Entre camadas de um fresco puré de fruta e a leveza da mousse, é a maravilhosa complexidade das especiarias que eleva esta mousse para outro patamar. Aprovada (duplamente) mesmo por quem não se diz fã de cardamomo, esta sobremesa encerrou de forma exemplar um jantar onde a promessa de viajar no prato foi mais do que cumprida. No Chutnify encontrámos uma Índia a que queremos voltar uma e outra vez para descobrir mais sobre a comida indiana. Isso e voltar a comer deliciosa mousse de manga com cardamomo!

Chutnify, Lisboa
Chutnify, Lisboa
Chutnify, Lisboa

--
Chutnify

Travessa da Palmeira, 46
Príncipe Real, Lisboa


Menu Diwali
(5 a 11 de Novembro de 2018)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!