9.6.08

Gougères e um jogo de futebol

Gougères

Uma ressalva prévia para quem espera mais uma manifestação de euforia colectiva como as muitas que têm surgido nos últimos dias depois da vitória de Portugal frente à Turquia: este não é um post sobre futebol. Eu não sou uma fervorosa adepta do maior desporto do mundo e o Euro 2008 não é o centro das minhas atenções nos dias que correm. Mas é quase impossível não embarcar na insanidade nacional que se instalou! Não querer saber do Euro é como tentar não festejar o Natal: ou uma pessoa se cansa a explicar 347 vezes que não quer saber ou se associa e pronto, problema resolvido. Se os comboios não andam, se o Porto de Lisboa pára, se o meu sogro mete férias e até os meus amigos non-futebol-a-holics me perguntam onde vou ver o jogo da selecção, o que é que eu que posso fazer??

Pois faço aquilo que sei fazer. Faço gougères, que os nervos do jogo pedem algo que se mastigue. Depois dos profiteroles, andava ansiosamente à espera de uma oportunidade para experimentar esta variação de massa choux. Usei a receita de uma revista francesa que a minha amiga Pipoka me deu a conhecer, a Saveurs. E dei por mim a roer as unhas e arrancar os cabelos de cada vez que a bola foi ao poste e a gritar os golos como se percebesse alguma coisa do quatro-quatro-dois ou da subida dos médio-ala... O que hei-de eu fazer se a única ligação entre comida e futebol que me ocorre é a (pouco correcta) expressão de 'até os comemos'... aos gougères, claro!

Gougéres de Cheddar
Adaptado de Saveurs, n.160 Avril/Mai 2008

½ chávena (120 ml) água
½ chávena (120 ml) leite
80 grs manteiga sem sal
¾ chávena + 1 colher sopa (120 grs) farinha
4 ovos
½ chávena Cheddar, ralado + ½ chávena para polvilhar

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Colocar a água, o leite e a manteiga num tacho em lume forte até ferver. Adicionar a farinha (peneirada) e mexer com uma colher de pau. Levar a lume fraco, mexendo sempre, até a mistura despegar dos lados do tacho. Retira-se do lume e coloca-se numa tigela. Junta-se o queijo Cheddar. Bate-se com a batedeira eléctrica (com as varas para massa), adicionando gradualmente os ovos (um a um) até a massa estar homogénea. Deita-se a massa em pequenos montinhos, com bastante espaço entre si, num tabuleiro com papel vegetal. Polvilham-se com o restante queijo. Cozem-se durante 25 minutos ou até estarem inchados e dourados. Deixam-se no forno por 3 minutos, com a porta entreaberta. Arrefecem sobre uma grelha metálica.

Gougères

15 comentários:

  1. Eu também não sou grande adepta de futebol, mas quando se trata do Euro, mesmo que não se perceba nada do assunto, acabamos por ser contagiados por esta onda de apoio à nossa selecção. Mas que é um óptimo pretexto para se juntarem os amigos e para se fazerem uns petiscos é :-) Com os nervinhos miudinhos do jogo marcha tudo que aparece na frente ih ih

    ResponderEliminar
  2. Confesso que apesar de não ter a mínima pachorra para ver futebol, quando se trata da selecção entro um pouco na onda de patriotismo futebolístico.É uma daquelas excepções à regra. Mas uma coisa é certa, entre cozinhar e comer e ver a selecção, prefiro a primeira hipótese sem margem para dúvidas.
    Os gougéres estão lindos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Ah, que maravilhas! Há séculos quero fazer gougeres, mas nunca me lembro. Amei os teus, Suzana!

    ResponderEliminar
  4. É pá eu sou dou boas ideias...hehehe. Já comprei a n.º 161.

    bjs

    ResponderEliminar
  5. Suzana, que delícia! Não conhecia... vou jájá conhecer!!!
    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  6. Bendita a hora em que a Pipoka te deu a conhecer a fonte de inspiração para estas delicias.
    Eu comia-os sim e a "sofrer" pela nossa selecção ou pelo meu Sporting, sim, porque esta tua amiga que não gosta de ver televisão "sofre da bola".

    Bjs

    ResponderEliminar
  7. assim vou querer ir ai torcer tbm!!! alias jpa estou torcendo por portugal...

    bjs

    ResponderEliminar
  8. Gostei da "conversa" sobre o futebol.Na verdade:tudo pára!
    Quanto aos Gougéres de Cheddar:uma delícia!

    ResponderEliminar
  9. Além das fotos estarem um deslumbre os gougères estão maravilhosos....a dá-lhe Portugal.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Confesso que ver futebol também não é dos meus fortes mas quando se trata da selecção gosto de estar atenta ao assunto.
    Em relação aos Gougères, estão lindos! Não conhecia a receita mas já tomei nota para fazer.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  12. É mesmo para se dar boa sorte à nossa selecção :D

    ResponderEliminar
  13. Pois, contagioso também o sarampo é, e não passa a ser bom por isso!

    O futebol é um jogo!Um jogo! Um jogo!
    Estes paroxismos nacionalistas são os antolhos com que nos tapam os olhos!
    Quem grita em uníssono é quem desistiu de ter voz!
    Estes gougères são uma maravilha assim, sem europeu nem futebol!

    LPontes

    ResponderEliminar
  14. É futebol da seleção parece programa obrigatório né. :-) Querida, estes dias fiz gougeres também, mas só descobri que se chamavam assim procurando pela receita em inglês, heheh. Ficam deliciosos, são fáceis de fazer e aceitam vários recheios. Bjs!

    ResponderEliminar
  15. Eu também me deixo contagiar e acabo por dar por mim aos pulos no sofá... e a preparar petiscos para acompanhar o jogo...! :-D

    Essas gougères ficaram perfeitas.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!