12.11.10

Grão com farinheira e um tacho vermelho

Pimentos e um tacho vermelho // Red peppers and a red casserole

Somewhere over the rainbow
Skies are blue,
And the dreams that you dare to dream
Really do come true.

Someday I'll wish upon a star
And wake up where the clouds are far
Behind me.
Where troubles melt like lemon drops
Away above the chimney tops
That's where you'll find me.


Há em mim uma pequena Dorothy como a do filme O Feiticeiro de Oz. Também eu quero saber se no fim do arco-íris os céus são azuis e os sonhos se tornam realidade e se os desejos formulados a olhar para uma estrela nos deixam nas nuvens depois de realizados. Só não tenho uns sapatos vermelhos mágicos que me tragam de novo de volta para o conforto das paredes a que chamo casa. Mas os meus tachos vermelhos fazem magia e não há lugar melhor no mundo do que a minha cozinha. É lá que me encontram com um guisado quente e fumegante no fogão. Porque sonhos e desejos really do come true.

Grão com farinheira



Grão com farinheira
Adaptado a partir de uma receita de Mafalda Pinto Leite, Dias com Mafalda

para 4 pessoas

1 farinheira grande, cozida com pele
400g grão cozido*
200g bacon, em cubos
1 colher (sopa) azeite
1 cebola grande, picada
2 dentes de alho, picados
1 batata grande, em cubos
1 pimento vermelho, em pedaços
125ml vinho branco seco
1 lata (400g) tomate pelado
1 colher (chá) manjerona seca
200ml caldo da cozedura do grão (ou de legumes)
1 colher (sopa) salsa picada

Aqueça o azeite com o bacon num tacho de fundo grosso. Junte o alho picado e a cebola e deixe cozinhar até esta ficar translúcida. Adicione o pimento, a batata, a manjerona e o tomate (com o líquido). Mexa 2-3 minutos e acrescente o grão, o vinho e o caldo. Tempere com sal e pimenta e tape. Cozinhe por mais 15-20 minutos até apurar. Corte a farinheira em bocados e disponha por cima do grão. Tape e deixe voltar a levantar fervura. Retire do lume, polvilhe com a salsa e sirva.

*cerca de 150g grão de bico (equivale a cerca de 400-500g, cozido e escorrido)
Demolhe o grão em água fria de um dia para o outro. Coza o grão na panela de pressão, com uma folha de louro, a parte verde de um alho francês e 3-4 grãos de pimenta preta, durante 15-20 minutos (atenção para não cozer demasiado). Coza o grão sem sal para não ficar com a casca dura. Adicione o sal assim que abrir a panela e deixe arrefecer. Utilize apenas o necessário para esta receita e reutilize ou congele o restante.

16 comentários:

  1. No meu mundo encantado, os meus tachos tb seriam vermelhos. Quem sabe uma bimby à benfica? :) :)
    Querida Suzana, que delícia de guisado, com grão caseiro, bem como eu gosto, e farinheira - delicioso! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ando com especial apetite para feijão e grão... deve ser deste frio e do bem que me faz..Gostei!!

    Sandra

    ResponderEliminar
  3. Que lindo tacho! :) Também queria tachos às cores, cocottes às bolinhas, um todo de coisas coloridas a encher a cozinha e a deliciar os olhos, primeiramente... Depois o paladar, com esse guisado delicioso! :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Que receita tão apetitosa!... é tudo o que pede uma noite de outono.... tacho incluído, claro!
    babette

    ResponderEliminar
  5. Ai mais que delícia. Sou apaixonada por grão de bico para começo de história. E quando em tão boa companhia fica ainda mais majestoso.esta tua cozinha é um pedacinho do paraíso minha amiga.bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  6. Bela opção para despedida do inverno.

    parabéns


    Visite meu blog. serás bem-vinda.
    buonissimacucina.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. querida Suzana,
    futebolismos a parte, o vermelho e a cor de eleicao aqui em casa. e a cozinha nao e excepcao, pelos menos nos tachos e panelas, que estao todos na onda do vermelho. bom, quase todos. excepto aqueles que a minha sogra nos ofereceu! ;)
    e a receita e deliciosa. eu adoro guisados de grao!
    beijinhos e bom domingo!
    Sofia

    ResponderEliminar
  8. Começando pela receita acabando no tacho vermelho, que é lindo, gostei imenso de tudo.
    Essas comidinhas fazem maravilhas nestes dias frios
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Também adoro estes sapatos vermelhos que nos trazem de volta ào mundo real mas nos deixam a certeza de uma vida de sonho! A receita é mais uma maravilhosa combinação portuguesa! Adorei! Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  10. boa proposta!
    obrigado pela partilha ;-)

    ResponderEliminar
  11. So de olhar para esse lindo tacho vermelho a fumegar quase que parece que consigo sentir os cheiros que emanam desse tacho magico.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. suzana mas que belo guisado de grao aqui tu nos trazes
    quem nao gostas deste genero de comidas reconfortantes?
    eu amo
    beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Vermelho é uma cor tão bonita, nem sei como a foram associar ao clube mais pálido de Portugal he he Grão e farinheira num guisado de substância... é assim que enfrentamos o frio :)

    ResponderEliminar
  14. Suzana, para quem não é fã de farinheira há alguma alternativa simpática que fique bem nesta receita? Gosto de tudo, sobretudo dos grãos (faz-me lembrar os belos "guisos" que já provei em Espanha!) mas confesso que dispenso a farinheira. E se for com alheira? Ou com algum tipo de carne... porco, novilho? Ficará bem?

    ResponderEliminar
  15. Sara,

    Creio que outro enchido poderá substituir a farinheira e a alheira é uma opção possível. Outra possibilidade é transformar este guisado num com uma base de carne e nesse caso o porco seria o meu escolhido.

    Espero ter respondido. :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!