22.2.13

Crepes de farinha de castanha com butelo, casulas e grelos

Crepes de farinha de castanha com butelo, cascas e grelos

Dos laços com que os lugares nos prendem, são os cheiros e memórias que mais perduram. Na arrumação metódica das lembranças, vamos associando aos sítios o que mais nos marca. Etiquetas das nossas preferências, recados do que não pode ser esquecido. Sempre que penso em Trás-os-Montes, penso em castanhas. São elas que trazem o Inverno e vêm quase sempre assadas. Quando do butelo e das casulas ficou apenas o fim do cozido transmontano, resolvi juntar-lhe grelos. E enrolá-los numa massa de crepe com farinha de castanhas e umas folhinhas de tomilho. Crepes salgados.

Pareceu certo. Como se tudo fosse um somatório dos sabores que são a terra de onde provêm. Na companhia certa, só a forma muda.

Foi assim o nosso almoço.

Tomilho-limão // Lemon Thyme Crepes de farinha de castanha com butelo, cascas e grelos

Começa hoje, e decorre até dia 24 de Fevereiro, o Festival do Butelo e das Casulas de Bragança, com a organização da Câmara Municipal de Bragança. Nada como provar o cozido transmontano em Trás-os-Montes.




Crepes de farinha de castanha com butelo, casulas e grelos

faz 4-6 crepes, dependendo do tamanho

60 g farinha de castanha*
pitada de flor de sal
1 colher (chá) tomilho ou tomilho-limão (só as folhinhas)
1 colher (chá) raspa de limão
1 ovo grande
125 ml leite
1 colher (sopa) manteiga com sal, derretida + extra para cozinhar

Peneire a farinha, para evitar grumos, e junte uma pitada de sal, o tomilho e a raspa de limão. Bata, à parte, o ovo e o leite numa tigela mais pequena. Misture os líquidos com os sólidos até obter uma massa homogénea. Adicione a manteiga e envolva. Reserve no frio pelo menos 45 minutos.

para o recheio:
1 cebola pequena, picada
1 dente de alho, picado finamente
1 colher (sopa) manteiga
butelo** cozido, desossado e picado grosseiramente (cerca de 1 chávena)
casulas** cozidas, sem fios
grelos cozidos, cortados grosseiramente (cerca de 2 chávenas)

Derreta a manteiga numa frigideira. Junte a cebola e o alho e deixe cozinhar, em lume médio, até a cebola ficar translúcida (2-3 minutos). Junte o butelo, as casulas e os grelos e envolva. Deixe apurar ligeiramente. Rectifique o sal se necessário. Reserve, quente.

Para cozinhar os crepes, aqueça uma frigideira grande antiaderente em lume médio, Junte um pouco de manteiga e procure cobrir o fundo com a manteiga. Deite uma pequena concha de massa (cerca de 50 ml) e rode rapidamente para espalhar a massa numa camada fina, sem buracos. Deixe cozer, até que apareçam bolhas à superfície (cerca de 1-2 minutos). Vire o crepe e coza por mais 1 minuto. Repita com a restante massa, mantendo os crepes já feitos dentro do forno ou cobertos por um guardanapo, para não arrefecerem.

Recheie os crepes, dobre ao meio e sirva com uma rodela de limão.

* a farinha de castanha pode ser encontrada nas lojas de produtos dietéticos e nos supermercados biológicos. Caso não consiga encontrar, pode substituir por 30 g de farinha de trigo sarraceno + 30 g de farinha de arroz torrado (ou, em última instância, totalmente por farinha de trigo).

** o butelo e as casulas são da Origem Transmontana.

--
E com esta receita me junto à festa Sabores do Fumeiro de Trás-os-Montes que o Cinco Quartos de Laranja promove com a Origem Transmontana.

10 comentários:

  1. sendo a minha familia paterna transmontana sinto-me sempre em casa quando vou "lá a cima" :)
    E os sabores e produtos de grande qualidade quase que nos transportam para lá :) adorei esta inovação com o fumeiro transmontano :) beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que forma original de confeccionar estes ingredientes tão tradicionais. Adoro farinha de castanha, faz um pão maravilhoso!

    ResponderEliminar
  3. Uma receita bem transmontana, com ingredientes optimos e que ja me deixou com agua na obca. Optima participacao.

    Beijinhos e bom fds

    ResponderEliminar
  4. Há lugares que se ligam a nós por memórias, cheiros e sabores.
    As tradições e as receitas transmontanas são uma riqueza tão nossa e de valor :)
    Adorei o uso da farinha de castanha nesses crepes.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Adorei este crepe, bastante diferente dos conhecidos no geral.
    Susana

    ResponderEliminar
  6. Que bom aspecto, adorei as fotografias e as cores como sempre!

    ResponderEliminar
  7. Iria gostar querida Susana. Já dos butelos e casulos só aprendi ja adulta a apreciar[num festival em Sendim).Fui obrigada a comer ainda criança e pronto mais um trauma:)
    Um beijo com saudades

    ResponderEliminar
  8. Querida Suzana,

    muito obrigada pela tua participação.
    Adorei este prato.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!