27.12.07

Pão de Uvas e Nozes



English Version

A minha família tem sido brindada por gerações de bons cozinheiros e melhores padeiros: as minhas duas avós foram brilhantes boleiras e qualquer das duas fez pão, de forma continuada (esta é uma história comprida e tem de ficar para outro dia). Mas será que o 'genezinho padeirinho' passou para mim? Há qualquer coisa no pão caseiro que grita ambiente familiar e casa. E tempo de inverno. E Natal!

Não há melhor maneira de sabermos se estamos à altura do que experimentando. E assim fiz. Considerando que foi o meu primeiro pão, não posso dizer que as coisas tenham corrido mal. Gostei do contraste entre as uvas frescas, as nozes e a textura macia da massa. (Este pão não aguenta muito tempo e deve ser comido de imediato, uma vez que as uvas criam muita humidade no pão) Servi com Camembert a derreter-se e estava delicioso!

Pão de Uvas e Nozes
Adaptado de Blue Cooking, Novembro 2007

1 pão grande

500 grs farinha 65
170 ml água morna
2 colheres chá fermento seco
1 colher chá sal, extra para polvilhar
100 grs açucar
2 colheres sopa azeite extra virgem, extra para pincelar

Recheio
350 grs uvas pretas
85 grs nozes, partidas
60 grs açucar
2 colheres sopa rosmaninho, picado grosseiramente

Numa tigela grande, junta-se a farinha, o fermento, o açucar e o sal. Aos poucos, adiciona-se a água e o azeite, mexendo primeiro com um garfo e depois com as mãos. Amassa-se bem numa superfície enfarinhada por 5-7 minutos. (A massa é bastante húmida) Coloca-se a massa numa tigela untada com azeite, cobre-se com película e deixa-se levedar num local quente e seco por 1 hora ou até ter duplicado de tamanho.



Entretanto, numa tigela média misturam-se as uvas, o açucar e o rosmaninho picado. Quando a massa tiver levedado, dá-se um murro e divide-se a massa em duas partes iguais. Unta-se uma forma com marnteiga e polvilha-se com farinha. Coloca-se uma parte da massa no fundo e distribui-se metade do recheio por cima da massa. Cobre-se com a outra metade e pressiona-se com cuidado para selar as duas partes. Pincela-se com azeite e espalha-se o restante recheio. Cobre-se com um pano e deixa-se levedar mais 30 minutos.

Leva-se ao forno a 180ºC por 45-50 minutos ou até estar dourado. Retira-se do forno, polvilha-se com sal e deixa-se arrefecer sobre uma grelha metálica.

10 comentários:

  1. Como sempre umas receitas espectaculares. Feliz Natal e um 2008 cheio de coisas gostosas!!!

    ResponderEliminar
  2. Pois eu quando vejo estes pães tão deliciosos até me sinto tentada a fazer pão, mas a razão fala mais alto e eu sei que não me dou bem a fazer massas...
    Resta-me ver as fotos e imaginar o cheirinho que sai da cozinha nestes dias.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Deixei-te um mimocas no meu blog!
    Beijocas grandalhufas

    ResponderEliminar
  4. Suzana, eu acho que sim, o gene padeiro está lá e com tudo no lugar pois este pão está lindo!

    Beijocas grandes e um SUPER ano 2008, cheio de alegrias.

    ResponderEliminar
  5. com uvas e nozes? já estou com água na boca só de imaginar o sabor... já tomei nota da receita.

    ResponderEliminar
  6. Simplesmente maravilhoso! :-)

    Boas entradas em 2008. Bjs.

    ResponderEliminar
  7. Mas que coisa mais linda este pão.Pelo visto o gen continua na familia.

    ResponderEliminar
  8. É impossível visitar você e não encontrar algo delicioso a nossa espera...

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!