16.7.08

Almoço nas montanhas

Hermanov Hram

A minha mais memorável refeição na Eslovénia foi composta por minestrone, um prato de gnocchi e uma fatia de strudel. Demasiado 'normal'? Talvez soe dessa forma... mas a simplicidade nunca deixa de me surpreender, especialmente quando a qualidade dos ingredientes e o talento de quem cozinha são inquestionáveis. Não me entendam mal, esta fantástica refeição não teve lugar num requintado restaurante, nem a assinatura de um reconhecido Chef. Quando a minha colega ofereceu generosamente levar-nos para fora de Liubliana no feriado nacional (Dia da Eslovénia), eu escolhi quase de imediato o Lago Bled. Muito bem - disse ela - podemos ir pelas montanhas e almoçamos lá. Não teremos trufas ou caviar, mas a comida não podia ser melhor. Tão verdade!

Este delicioso restaurante nas montanhas, perto da fronteira italiana, é gerido por um adorável casal de meia idade, com uma história de vida extraordinária. A vista do jardim e da horta é de cortar a respiração. Fiquei parada sem conseguir deixar de olhar o cume das montanhas, nem mesmo quando um magote de ciclistas italianos inrompeu por ali adentro - no típico Italian Style - e os meus pensamentos foram interrompidos e se perderam para sempre.

View from Hermanov Hram

Porque é que não ficam cá fora? É muito mais agradável. A sugestão foi dada pela proprietária e seguida de imediato. Senti-me em casa quando ela nos pediu que puséssemos a mesa! A comida era deliciosa: primeiro, minestrone - o melhor que já comi. Quando lhe disse exactamente isso, a senhora ofereceu-se para me ensinar a fazê-lo e deu-me a receita logo ali! O meu querido marido (aka o Provador) estava a adorar até ouvir que a sopa levava cevada... Cevada! Muito interessante, pensei eu. Como se pudesse ler os meus pensamentos, o pobre quase saltou da cadeira. Não vais levar cevada da Eslovénia. No way! Hehehe, como é que ele sabia?

Minestrone

Este minestrone está na minha lista de receitas a fazer e assim que eu tiver tempo para ir à procura da cevada (que alguém não me deixou trazer de Liubliana) hei-de experimentar!

O meu segundo prato foi um gnocchi de cogumelos [em cima, no topo à direita]. Perfeito em cada aspecto: sabor, textura, cor, tudo estava no sítio certo. O Provador comeu goulash com polenta [em cima, na base à direita], outro prato tradicional, que cheirava maravilhosamente e ouvi dizer estava muito bom. A nossa refeição terminou com uma local strudel, de novo muito simples com um toque especial dado pela adição dos damascos à maçã. De-li-cio-sa!

Apricot Apple Strudel

12 comentários:

  1. São 12.30h, estou esfomeada, e tu torturas-me desta maneira!

    Não sei se pela paisagem, se pela simpatia ou pela comida, mas o que é certo é que cada vez mais me apetece voar até à Eslovénia.

    Aguardo (im)pacientemente e receita da sopa!

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Uma maravilha...refeição, paisagem, acolhimento, estou cheia de vontade de conhecer a Eslovénia.

    Concordo plenamente contigo em relação à simplicidade.

    Quanto à cevada, não precisas queixar-te do "alguém" que não te deixou trazer: encontras com facilidade no Celeiro.

    bjs

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Simplicidade é uma palavra sinónima de bom gosto... Especialmente quando se trata de culinária. :-)

    A cevada encontra-se facilmente em Portugal (lojas tipo "O Celeiro", supermercados asiáticos, etc.).

    Mais uma vez, que fótos lindas!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. mas k verdadeira deliçia...estou sem palavras...jinhos

    ResponderEliminar
  5. tudo esta maravilhoso mas o strudel está arrasador!!beijos

    ResponderEliminar
  6. Também já estou cheia de vontade de conhecer a Eslovénia, os teus relatos têm sido fabulosos e os elogios que tens tecido a tudo ainda me deixam mais curiosa em relação ao país.

    Eu assim como a Marizé, tambén espero ansiosamente pela receita da sopa.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. A descrição, as fotos e a minha imaginação fazem-me ter a certeza de que esse almoço foi um verdadeiro manjar. Eu gosto das comidinhas simples e esse menu está sem dúvida muito atraente!

    Já vi cevada numa grande superfície também, no corredor dos produtos dietéticos. Por acaso não trouxe porque já trazia outros produtos que aqui não encontro mas fiquei com a ideia. Até porque a Elvira já publicou uma receita de sopa com cevada e deixou-me curiosa! :o)

    As fotos do post anterior estão fabulosas! Também quero lá ir! :o)

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Que saudades da Eslovénia...sem duvida um país simples de muito boa comida e de paisagens de cortar a respiração.
    Lago Bled...sem palavras sem dúvida o sitio mais bonito onde já estive...como diz um amigo meu "era capaz de escrever um livro aqui"
    Sem dúvida um país a visitar.
    Parabés pelo blog...uns dos melhores que tenho visto
    Susana

    ResponderEliminar
  9. Tou a ver que a viagem foi o máximo ( como a minha, hihihihhi...) a avaliar pelas fotos! E pelo entusiasmo!!! Que comidinhas boas que tu andaste a esxperimentar! Ai o strudel... Comi também por onde andei, e aprendi a fazer!!!!!!!! Quer dizer, vi a fazer porque de ver a saber como se faz, vai uma graaaaaaaaaaaaaaande diferença...
    Beijoca enooooooooooooooooooooooooooorme

    ResponderEliminar
  10. Essas fotos estão demais e que belo strudel.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!