19.5.11

Espargos e maionese de limão para um prato de peixe

Espargos // Asparagus

Diz-se por aí que verde é esperança. Esperança de dias melhores, de dias maiores, de maiores vontades e melhores momentos. Mais sentidos, mais pensados, mais vividos. Os dias que correm sem se deixarem apanhar, as horas que se esboroam e ficam feitas em nada. O tempo que não se compadece de nós. É a azáfama do fim do ano (lectivo) traduzida em semanas, umas a seguir às outras, em que não se pensa em mais nada. Concentradíssimos. E sem esperança. Não nos concedemos a fraqueza de pensar no que vem depois da tormenta, demasiado presos que estamos no momento. Como se não houvesse outro a seguir. E outro e mais outro. Medo de sonhar com as férias e perder a coragem de continuar sem vacilar. Viver apenas o que está ao alcance da mão. Se da esperança nem vislumbre, fica o verde como mensageiro.

Espargos. Não me lembro de gostar tanto. Estes são os últimos de um ano em que os houve de várias cores e de todos os tamanhos. Brancos, verdes, roxos. Todos à espera de uma companhia que os fizesse brilhar. Simplesmente sós ou como acompanhamento, neste caso de um linguado meunière, a par de uma maionese de limão.

Espargos e maionese de limão // Asparagus and Lemon Mayonnaise

Há uma relação próxima dos espargos com molhos cremosos e de sabor ligeiramente ácido. O envolvimento necessário para uma certa textura crocante a precisar de tempero. Maionese. Perdão, 'fazer maionese'. Duas palavras apenas. Entre elas e o comum dos mortais fica um frasco com um rótulo azul ou verde e o medo da coisa correr mal. Tenho para mim que é um medo infundado. Se pode correr mal? Pode. Mas em rigor é assim com o mais simples dos vinagretes. Maionese, portanto. Gosto da minha feita com azeite. Reconheço que é mais fácil de emulsionar quando se usa óleo. Como entre fazer só com óleo ou só com azeite fica uma infinidade de possibilidades, nada como encontrar um compromisso. É escolher o possível, começando com óleo e passando ao azeite assim que começar a engrossar. Se correr mal, há sempre o frasco...

Espargos e ovos // Asparagus & eggs



Maionese de limão

1 gema (pequena)
1 colher (chá) de mostarda de Dijon
1 colher (chá) sumo de limão, ou um pouco mais a gosto
100 ml azeite extra virgem (ou metade de óleo / azeite)
sal e pimenta preta, moída

Coloque a gema de ovo num copo da varinha mágica. Junte a mostarda, o sumo de limão e uma pitada de sal. Gradualmente, deite o azeite (ou o óleo, caso use) muito devagar e bata com a varinha mágica até começar a engrossar. Continue a bater, mantendo o azeite num fio. Bata apenas até obter uma maionese já emulsionada. Tempere com pimenta e rectifique o sal, caso necessário.

1 molho de espargos, cozidos ao vapor

Sirva os espargos com a maionese.

10 comentários:

  1. olá,
    como eu a compreendo quanto aos espargos.. sejam ovos mexidos ou simplesmente salteados. acho até que quanto mais simples melhor. adoro.. a maionese ficou com um excelente aspecto.bjinhs

    ResponderEliminar
  2. Querida Suzana
    Esperança também de muitas combinações perfeitas como esta! Adorei!

    ResponderEliminar
  3. É muito gratificante fazer maionese. Pode correr mal, claro, mas quem não arrisca não petisca (pu então petisca de frasco...)
    Babette

    ResponderEliminar
  4. É com alguma esperança que diariamente venho a este blog ver se há alguma novidade. Adoro as suas palavras. São poesia. E as fotos deslumbrantes. Tudo com imenso bom gosto.

    ResponderEliminar
  5. E assim se fazem coisas tão boas. :)
    Adorei!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Mesmo não sendo corajosa esse foi um dos medos que nunca tive....o de falhar! Adoro maionese, mesmo, mesmo. SE pudesse, creio que comia todos os dias. A verdadeira, a amarelinha, fiel companheira do atum e dos espargos verdes. Adorei o teu rigor! Eu é sempre a "olho"....mas nunca cedo à preguiça do frasco! Um beijinho e bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  7. Gosto de verde, no prato, na roupa, nos olhos e na esperança de dias melhores, com uns espargos como estes :)

    ResponderEliminar
  8. Amiga, voce sabe que sou tao enamorada por aspargos. Estao quase por acabar por aqui também. Este molho por cima dos teus parece tão aveludado. como um 'blanket', envolvendo os aspargos e os enchendo de sabor. lindas fotos!!

    ResponderEliminar
  9. Para mim a felicidade também pode residir num molho de espargos e na simplicidade da sua confecção.
    Provei-os tardiamente, mas agora não os dispenso.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Suzana, um prato com esta combinação de ingredientes e uma bela maionaise caseira tem tudo de bom,
    Um beijinho

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!