21.6.11

Estados de Alma e uma salada morna de curgete e queijo halloumi

Salada morna de curgete e halloumi // Halloumi Courgette Salad

É melhor ser alegre que ser triste. Sinto-me capaz de professar o princípio como se fosse uma religião. Repito a frase como um mantra. É melhor ser alegre que ser triste. E no entanto há aqueles momentos em que o mundo se desarranja e parece sem conserto e nada aparenta ter solução. Para no momento seguinte as peças se encaixarem e tudo voltar a rolar. Porque o samba é a tristeza que balança, e a tristeza tem sempre uma esperança. A tristeza tem sempre uma esperança de um dia não ser mais triste, não! É a toada Bossa Nova a tocar em fundo pela casa e a ecoar na alma, essa entidade etérea a que chamamos 'eu'.

São coisas da vida que nos levam a provar (e a gostar) do Alma em boa companhia. É melhor ser alegre que ser triste. Alegria é a melhor coisa que existe. É assim como a luz do coração. Na memória, uma entrada. Legumes assados e um queijo de outras paragens, halloumi de seu nome. Frito. Acompanhado, na minha versão, de batata doce e vinagre balsâmico.

Salada morna de curgete e halloumi // Halloumi Courgette Salad



Salada morna de curgete e queijo halloumi
Adaptado a partir de uma receita de Henrique Sá Pessoa, na carta do restaurante Alma

serve 4

2 curgetes médias, em fatias
2 batatas doce médias, assadas no forno com pele
2 colheres (sopa) azeite
1 colher (chá) folhinhas de tomilho
1 colher (chá) manjericão seco

1 embalagem de queijo halloumi, em fatias grossas
2 colheres (sopa) azeite

125ml de vinagre balsâmico
1 colher (sopa) açúcar

rúcula q.b. e azeite virgem extra e flor de sal, para acompanhar

Num grelhador antiaderente, grelhe as fatias de curgete. Vire ao fim de 2-3 minutos. Pincele com azeite, polvilhe com as ervas e tempere generosamente com sal. Reserve e repita até grelhar todas as fatias. Corte a batata doce em fatias e proceda de igual forma, sem pincelar com azeite.

Para a redução de vinagre balsâmico, coloque o vinagre balsâmico e o açúcar num pequeno tacho e deixe reduzir para metade (até obter quase a consistência de um xarope). tenha atenção para não deixar queimar. Caso reduza demais, junte um pouco de água ou azeite, volte a aquecer e mexa até obter a textura pretendida. Reserve.

Frite o queijo no azeite. Vire com uma espátula e repita a operação para o outro lado da fatia, até caramelizar ligeiramente.

Para o empratamento, pincele com um pouco de redução e vá dispondo as fatias de curgete, batata doce e queijo intercaladas. Tempere a rúcula com azeite virgem extra e flor de sal. Distribua a restante redução pelos pratos, em volta dos legumes e do queijo. Sirva de imediato.

17 comentários:

  1. Pois eu também me deixava embalar pela canção e pela salada....em boa companhia, claro está! Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. Adoro bossa nova, e esta é uma das minhas músicas favoritas! :)

    Mas o que interessa aqui é o queijo e a salada morna! Deliciosa, hein!
    Excelente sugestão Suzana!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Adoro queijo halloumi, só tenho pena de não o encontrar a vender!
    De certeza que ia adorar esta salada.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  4. A batida da bossa nova embala-me na perfeição. É sempre melhor ser alegre do que ser triste. Basta procurar a alegria no coração. :)
    Mais um post perfeito.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  5. Sei que temos de estar alegres. É a fórmula mais racional. Mas Às vezes pequenos nadas avolumam-se... Nada que uma ida ao Alma não resolva.
    (coloquei há dias uma reportagem sobre o Alma. Viste?...Será que estivemos lá no mesmo dia?... eu era a que estava a tirar fotos à comida ;))
    Beijo
    Babette

    ResponderEliminar
  6. Que coisa mais simples e deliciosa! Adorei :)
    Abraço.

    Atitude Zen
    http://www.atitudezen.com/

    ResponderEliminar
  7. mas que fantástica banda sonora escolheu para o prato.. certamente fica com ainda mais sabor..
    bejinhos

    ResponderEliminar
  8. Querida Suzana,
    Não imaginas o quanto eu gosto de Bossa Nova e dessa música em especial. E é ao som da música que eu imagino os sabores dessa prato, tão simples quanto refinado.
    Gostava de ir ao Alma, um dia quem sabe...
    Beijo e resto de boa semana

    ResponderEliminar
  9. Olá Susana,

    Estive em Chipre faz agora 2 meses e trouxe de lá Quiejo Hallumi e tenho andado à procura de receitas interessantes para o utilizar, já que acho que limitar-me a grelhá-lo pode ser muito redutor.
    Pronto ... já encontrei.
    Beijinhos,
    Susana Ramalho

    ResponderEliminar
  10. Que maravilha, eu adoro queijo halloumi, e por estes lados consigo encontrar com facilidade. Uma bela salada para uma bela música :) beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Adoro esta música, não fosse eu fã de Bossa Nova. Álias para mim este é o melhor albúm dela. Adorei esta saladinha com um queijinho que eu tanto gosto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Essa bossa já não é nova pra mim :) A letra dessa música é recorrente na minha cabeça! É com ela que respondo aos manhosos que passam a vida a dizer que eu estou sempre alegre e a rir ;) Alegria é mesmo a melhor coisa que existe! E para ser uma alegria maior só mesmo com courgette e esse queijo que ainda não consegui provar mas que sei que gosto ;)

    ResponderEliminar
  13. Essa bossa já não é nova pra mim :) A letra dessa música é recorrente na minha cabeça! É com ela que respondo aos manhosos que passam a vida a dizer que eu estou sempre alegre e a rir ;) Alegria é mesmo a melhor coisa que existe! E para ser uma alegria maior só mesmo com courgette e esse queijo que ainda não consegui provar mas que sei que gosto ;)

    ResponderEliminar
  14. Suzana,

    Tinha dito que ía fazer e fiz e dasapareceu num instantinho. É de facto deliciosa!
    Já agora, há queijo hallumi à venda em Portugal? Sabes?
    Obrigada.
    Susana Ramalho

    ResponderEliminar
  15. Susana,

    O halloumi encontra-se à venda nas grandes superfícies (continente, jumbo, corte inglês) embora eu só tenha comprado uma marca até à data.

    beijo*

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!