15.6.11

My Blueberry Nights, uma padaria na Suécia e um bolo de limão e mirtilos

Bolo de limão e mirtilos // Blueberry Lemon Cake

Diz-se por aí que o amor é um lugar estranho. [Lost in Translation] Como o são as traduções que mudam a face e o nome dos filmes de uma vida ou só de uma noite de (quase) Verão. O Sabor do Amor é o título português de uma verdadeira história de amor que começa com uma fatia de tarte de mirtilos comida fora de horas na companhia de um (quase) desconhecido. My Blueberry Nights é um filme quase poético, um amor desenhado a doce sobre o prato e descoberto depois de um ano de viagem pela América que conduz apenas ao outro lado da rua. Se o argumento pode até ser meio lamechas, as imagens são de uma enorme beleza que é quase comovente. E como o amor é de facto um lugar estranho pode bem não ser uma tarte mas um bolo a provocar olhos brilhantes, sorrisos patetas e mais uma história lamechas.

As viagens levam-nos onde o coração deixa. O sítio a que chamamos casa pode ser ao virar da esquina ou do outro lado do mundo. De pouco importa quando aquilo que nos define lá está. Em pequenos gestos ou sob a forma de um bolo, de uma tarte ou de um pão. A Padaria da Ana é um desses lugares onde se encontram sentimentos e emoções envoltos em chocolate ou farinha e a sua localização na Suécia é uma mera característica da geografia, da que se mede em quilómetros e de uma outra feita de afectos. Este é o meu Bolo Especial para a Ana, feito de limão e mirtilos e comido num lugar chamado casa, partilhado com a cara-metade sob o olhar atento da gata. A felicidade é um lugar nada estranho.

Bolo de limão e mirtilos // Blueberry Lemon Cake



Bolo de limão e mirtilos
Adaptado a partir de uma receita de Cory Schreiber e Julie Richardson, Rustic Fruit Desserts

para o crumble:
50g farinha
50g açúcar
2 colheres (sopa) raspa de limão
50g manteiga, em cubos

para o bolo:
250g farinha
1 colher (chá) fermento em pó
½ colher (chá) bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) noz moscada moída
75g manteiga, à temperatura ambiente
160g açúcar
raspa de 1 limão
2 ovos grandes
125ml buttermilk (ou o equivalente a leite gordo + 1 colher sopa sumo de limão)
250g mirtilos

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Faça o crumble misturando todos os ingredientes numa tigela com uma faca. Reserve no frigorífico até usar.

Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato e a noz moscada numa tigela grande. Bata a manteiga com o açúcar e a raspa de limão até obter uma mistura fofa (cerca de 3 minutos). Adicione os ovos, um de cada vez, batendo entre cada um. Misture um terço da farinha e mexa. Acrescente metade do buttermilk e bata. Repita a operação até terminar com a farinha. Envolva cerca de 1 chávena de mirtilos e deite a massa numa forma de bolo (usei uma forma de bolo inglês) devidamente preparada e enfarinhada. Distribua os restantes mirtilos e polvilhe com o crumble. Leve ao forno por 40-45 minutos. Sirva no dia em que é feito.

15 comentários:

  1. Este bolinho está com um aspecto fantástico!
    Vou experimentar com certeza!
    Pena que a minha planta que deu mirtilos no ano passado, secou:(

    ResponderEliminar
  2. Um texto que como sempre me deixa feliz ao ler. Sabe tão bem ler estas linhas e melhor ainda, acompanhada deste bolo que só pode ser bem guloso
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito do texto e adorei a receita! Parabéns pelos 3 anos de existência do blog!
    Beijinho
    http://osdiasdanossavida.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Fico sempre embevecida ao ler os teus textos. Gosto muito do Lost in Translation um filme incompreendido por muitos, mas o outro não conheço e fiquei curiosa. Quanto ao bolo nada a dizer, parece-me perfeito.
    Bj

    ResponderEliminar
  5. Fiquei curiosa com esse filme, tenho que ver!
    Já esse bolo, maravilhoso! Como sempre, como tudo, como já estamos habituados! :)

    Excelente receita, excelentes fotos!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. Que bolo mais lindo e decertezinha uma delicia...

    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  7. A vida é um lugar estranho... durante a tarde recebi uma caixa de mirtilos, vindos de Sever do Vouga e agora a estranheza do dia, mais para o serão, passar por aqui e encontrar uma receita de bolo com mirtilos!
    Acabaste de decidir parte da minha agenda de amanhã, obrigada pela estranha "ligação"... :-)

    ResponderEliminar
  8. Olá!
    Estou tão comovida com este teu texto e a receita para os meus anos. Porque o GA é um dos blogues portugueses que mais admiro, e que tanto eu como a minha tia seguimos religiosamente. Porque vivo constantemente lost in translation. Porque adoro a combinação de mirtilos com limão. Porque tenho a imensa benção que é saber que sou feliz. As tuas palavras encheram-me o coração. Um grande abraço e muito obrigada pela participação.

    ResponderEliminar
  9. Agora fiquei com dúvidas. Já não sei se gostei mais do filme, do texto ou do bolo! Um beijinho

    ResponderEliminar
  10. Gostei do texto, e do bolo também. Quase se sente o cheiro... :))

    ResponderEliminar
  11. deve ser óptimo o bolo, tem um aspecto mesmo muito apetitoso.

    boas receitas,
    Ana Luisa

    ResponderEliminar
  12. O problema do computador é que ainda dá para fazer com que esse bolo maravilhoso apareça feito aqui deste lado do ecrã:)e eu que ia gostar tanto!!
    Posso citar o post? Não tanto por causa do bolo, mas por causa da poesia das palavras!
    Beijos*

    ResponderEliminar
  13. Fui ver o "Lost in translation" ao cinema e adorei. Sempre que passa na tv, revejo com prazer :) Nunca me lembro do nome do filme em português, acho que é propositado. Nem sequer faz sentido. O My Blueberry Nights passou há pouco tempo na rtp2 mas já o apanhei a meio e não o entendi. Preferi não ver o fnal, para poder ver o filme de início ao fim quando tiver nova oportunidade ;) O teu bolo ficou fantástico!

    ResponderEliminar
  14. Mais um texto fantástico, com fotos belíssimas e receita a condizer. Uma explosão de bom gosto e sensibilidade!
    Babette

    ResponderEliminar
  15. Suzana, caí aqui e estou encantada!!
    Sua cozinha é de uma grande sensibilidade, quanta beleza nas fotos, nos textos, realmente inspiradora!
    Para ver meu comentário sobre seu blog, apareça no meu Quintal e te sirvo um bom café! E por favor. Leve o bolo, please!

    Prazer em conhecê-la!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!