6.6.12

Sopa Indiana de couve-flor e especiarias

Sopa Indiana de couve-flor e especiarias

Passam-se os dias e as horas. Repetem-se as acções, intensificam-se as rotinas. As manhãs e as tardes. Não é tempo de sonhar com outros dias, com outras rotinas (ou a falta delas). Hoje segue-se em frente como se não houvesse amanhã. Aperta-se um calcanhar contra o outro, pinta-se um sorriso na cara e cá vamos nós. É preciso acreditar.

E mesmo quando os segundos se apressam e o relógio dita o ritmo, há sempre tempo para um almoço sentado. Pode ser uma tigela de sopa e pão. Este foi um dos meus almoços de semana, comido entre o silêncio da minha cozinha e o bulício da rua, com a cabeça nos afazeres daquela tarde. Muito semelhante à de hoje.

Coentros // Coriander

Aloo gobi é um prato indiano muito popular que combina couve-flor, batata e muitas especiarias. O nome é literal já que Aloo significa batata e Gobi couve-flor. Tradicionalmente é servido sem caldo e com os vegetais inteiros, numa espécie de estufado vegetariano. A versão em sopa é menos comum mas é deliciosa. Serviu para usar a última couve-flor do ano.

Esta sopa é cremosa e espessa, sem qualquer adição de natas. Perfeita como entrada ou como refeição rápida.

Sopa Indiana de couve-flor e especiarias



Sopa Indiana de couve-flor e especiarias
Adaptado de uma receita de Niki Segnit, Flavour Thesaurus

serve 6, como entrada

1 cebola grande, picada
2 colheres (sopa) azeite
1 colher (chá) gengibre fresco, ralado
1 colher (chá) cominhos moídos
½ colher (chá) sementes de coentros moídas
½ colher (chá) açafrão das Índias
1 malagueta verde, sem sementes
1 batata grande, em cubos
½ couve-flor grande, em raminhos
750-900 ml água fria
coentros frescos, para servir

Aqueça o azeite e junte a cebola. Deixe alourar 2 minutos e adicione as especiarias, a malagueta e o gengibre. Deixe cozinhar 2-3 minutos. Acrescente a batata e a couve-flor e mexa para envolver os vegetais nas especiarias. Tempere com sal. Junte a água e deixe ferver 15-20 minutos. Retire do lume e quando tiver arrefecido um pouco, reduza a puré. Sirva com os coentros frescos.

6 comentários:

  1. Gosto muito de sabor diferentes e de "viajar" enquanto como :)
    Gostei muito desta sopa de aromas intensos :) beijinho

    ResponderEliminar
  2. Uma sopa bem exótica! Gostei.
    Um beijo
    Babette

    ResponderEliminar
  3. Esta sopa faz almoços e jantares. Tão aromática, fiquei quase a sentir-lhes o perfume...
    :) Bjs

    ResponderEliminar
  4. Passei pelo teu blogue e adorei!!! É lindo e tem ótimas receitas. Está muito profissional.
    Claro que já sou tua seguidora:))
    Quanto a mim sou uma novata neste tipo de mundo virtual.
    Caso querias fazer-me uma visitinha aqui fica o meu endereço:
    http://odelicodoce.blogspot.pt
    Bom fim-de-semana e beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Esta tua sopa ficou com uma aspeto maravilhoso, tão cremosa e delicada! Deve ter ficado uma autentica delícia! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Este tempo pede novamente sopas, e esse calor das especiarias é sempre bem vindo :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!