18.2.15

Embrulhos de massa filo e legumes assados

Legumes assados

Mudam-se os desejos, alteram-se as preferências, reorganizam-se os favoritos. Na cozinha, volta-se amíude às memórias dos dias felizes, aos aromas conhecidos e aos sabores de sempre. Mas o tempo e as experiências, às vezes por sorte, outras por vontade expressa, vão moldando o gosto e mudando a face dos pratos. Não imagino a minha cozinha sem ervas frescas ou limões, sem azeite ou especiarias.

Se o sabor dos coentros e do limão ou do azeite me acompanham desde que me lembro, as especiarias são outra história. Ainda me surpreendo com muitos aromas desconhecidos. Mas volto frequentemente para a minha zona de conforto. Fico a pensar na pergunta, repetida de quando em vez, sobre as minhas especiarias preferidas. Apresso-me a dizer "canela". Para de imediato não me ver num mundo sem cominhos ou sem pimenta preta. Caso a escolha tivesse de ser feita, estas são talvez as minhas três especiarias predilectas: canela, cominhos e pimenta preta.

Quais são as vossas?

especiarias Margão Pastinacas e cenouras

Muitos são os estufados e os bolos que não seriam os mesmos sem as especiarias. Mas para mim, são talvez os legumes que melhor incorporam e combinam as potencialidades da canela e dos cominhos. Recentemente a Margão lançou as suas tendências para este ano. Uma espécie de colecção para 2015 onde têm lugar as minhas especiarias preferidas e outras ervas, como o estragão, que raramente uso.

Para um almoço vegetariano ou uma entrada fácil, legumes de inverno como as pastinacas (também chamadas cherovias) encontram-se com as cenouras que já começam a aparecer no mercado. São assadas no forno, com ervas, mel e especiarias, e fazem o recheio com requeijão e sementes de sésamo para uns embrulhos de massa filo.

Embrulhos de legumes assados



Embrulhos de massa filo e legumes assados

serve 2 como refeição, acompanhado de salada (ou 4 como entrada)

175 g requeijão, esmigalhado
pimenta preta, moída na altura (usei o moinho da Margão)
1 colher (sopa) sementes de sésamo, tostadas (usei sésamo dourado da Margão)
2 cenouras pequenas
2 pastinacas pequenas
1 cebola roxa pequena
1 colher (sopa) folhinhas de tomilho
1 colher (sopa) azeite + 2 colheres (sopa) para pincelar
2 colheres (chá) mel
1 colher (chá) sementes de cominhos (usei da Margão)
4 folhas massa filo

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Disponha os legumes num tabuleiro de forno, inteiros ou cortados mas todos com tamanhos aproximados. Regue com uma colher de sopa de azeite, tempere com sal e polvilhe com o tomilho. Leve ao forno 20 minutos. Retire, vire os legumes e polvilhe os cominhos sobre as cenouras e deite o mel sobre as pastinacas. Retorne ao forno por mais 20 minutos ou até os legumes estarem assados.

Numa tigela grande, tempere o requeijão com pimenta preta moída na altura, algumas folhas de tomilho fresco e reserve. Pique os legumes assados (ligeiramente arrefecidos) em pedaços pequenos e mexa. No momento de rechear junte as sementes de sésamo e rectifique o tempero, se necessário.

Prepare a massa filo, retirando uma folha de cada vez e tapando para que a restante não seque. Pincele a massa com azeite e dobre ao meio. Coloque duas colheradas da mistura de queijo no centro desse rectângulo e dobre as margens superior e inferior sobre o recheio. Em seguida feche a parte direita e depois a esquerda (ou ao contrário!), uma sobre a outra. Coloque o embrulho com o topo superior para baixo por forma a fechar com o peso do recheio e pincele novamente com azeite. Repita esta operação para os restantes embrulhos (num total de 4). Leve ao forno até a massa estar dourada (cerca de 6-8 minutos). Sirva com salada como entrada ou refeição.

Em alternativa faça os embrulhos numa frigideira anti-aderente, sem juntar gordura. Deixe cozinhar 2 minutos de cada lado, verificando que a massa não queima.

Embrulhos de legumes assados

3 comentários:

  1. Legumes lindos, cores lindas nuns embrulhos que se adivinham deliciosos.
    Pois é, o azeite, os limões e os coentros são sabores que me acompanham desde sempre. Lembro-me de os ter na mesa desde pequena, em casa dos avós no Ribatejo.
    Já as especiarias foram sendo conhecidas aos poucos. Sem dúvida que a minha favorita é a canela, nem penso duas vezes!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Ai Suzana, que pergunta dificil essa das especiarias... mas terei que dizer canela, noz-moscada e zimbro.
    Adorei estes embrulhos e a possibilidade de serem feitos ma frigideira, o que facilita a vida durante a semana (desde que eu me lembre de assar os legumes no domingo, lol)!

    ResponderEliminar
  3. Também eu não vivia sem canela nem pimenta preta. Ultimamente perco-me de amores pelas sementes de coentros.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!