13.4.20

Borrego estufado com cuscuz para uma Páscoa diferente

Uma Páscoa diferente (e a receita de borrego estufado com cuscuz do chef Hermínio Costa)

Nada será como dantes. Guarda-se o que agora não se pode partilhar para mais tarde, reforça-se a dose de conversa diária e de gargalhadas a três, quatro ou meia-dúzia — tantos quantos se atravessem no ecrã do telefone. Em Páscoas anteriores celebramos a Primavera e as tradições da mesa e este ano não quisemos deixar de fazer borrego para o almoço e amassar um folar.

Na janela, um balde de gelo cheio de calêndulas, em tons de amarelo e laranja, uma chávena com menta-bergamota e um frasco de compota com alecrim são companhia florida numa cozinha cheia de luz, apesar das caretas do sol.

Uma Páscoa diferente (e a receita de borrego estufado do chef Hermínio Costa)

A receita de borrego, apenas para dois, deixa de parte o forno e é feita no fogão: borrego estufado com cuscuz. Esta foi a sugestão do chef Hermínio Costa (do Restaurante Egoísta) e serviu para dar cor e sabor a uma Páscoa como nenhuma outra. Como em tantas cozinha, na nossa não havia parte dos ingredientes necessários para o cuscuz (as tâmaras substituíram os alperces, os pistácios fizeram as vezes da amêndoa) e um vinho branco acabou na mesa porque o tacho pediu. O cuscuz é perfeito para absorver o molho da carne e as ervilhas são mais uma forma de ir ao encontro da tradição de outros anos.

Entre os desejos de um dia doce e feliz, fica a promessa de nos encontramos novamente num dia de sol. We'll meet again / Don't know where, don't know when / But I know we'll meet again some sunny day.

Uma Páscoa diferente (e a receita de borrego estufado com cuscuz do chef Hermínio Costa)



Borrego estufado com cuscuz
Adaptado de uma receita do chef Hermínio Costa, Restaurante Egoísta

serve 2

600 g mão de borrego, em pedaços
1 colher (sopa) banha
2 colheres (sopa) azeite virgem extra
1 cenoura média, em rodelas
1 alho francês pequeno, em lâminas
50 ml vinho branco
2 colheres (sopa) polpa de tomate
1/2 colher (chá) tomilho seco
1 ramo de alecrim
1 folha de louro
1 raminho de salsa
malagueta seca e pimenta preta q.b.

para o cuscuz:
1 colher (sopa) azeite virgem extra
200 ml água
150 g cuscuz
80 g ervilhas, cozidas brevemente
1 colher (chá) manteiga
1 colher (sopa) pistácios torrados
4 tâmaras, picadas
pimenta preta moída na altura

Cozinhe o borrego em banha, virando para corar uniformemente. Reserve. À parte, faça um refogado com o azeite, cebola e alho, cenoura e alho francês. Adicione o tomate. Deixe cozinhar 5-8 minutos e refresque com o vinho branco. Adicione a carne, tempere com sal e acrescente a salsa, o louro, o alecrim, malagueta e pimenta, e o tomilho. Tape e acrescente água (250 ml, para começar) até cozer. Rectifique temperos.

Prepare o cuscuz, colocando o azeite e a água, com uma pitada de sal, numa caçarola e deixando ferver. Verta sobre o cuscuz numa tigela resistente ao calor, tape e reserve 3 minutos. Distribua a manteiga sobre o cuscuz e deixe derreter. Com um garfo, descole o cuscuz, tempere e adicione os restantes ingredientes.

Sirva o borrego e os legumes estufados com o cuscuz.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!