26.1.11

Arroz pilaf de frango, amêndoas e romã e o mistério desvendado

Romã // pomegranate

Uma romã encerra sempre um mistério. Seja porque a sua coroa indicia uma majestosa existência entre Reis, Xás e outros monarcas, seja porque as bagas de um vermelho exultante nos remetem para tesouros repletos de jóias e histórias de mil e uma noites sempre em festa. Há uma promessa de celebração de cada vez que abrimos a casca dura e somos brindados com uma das cores mais espantosas que a natureza pode oferecer. Tanta a emoção que nos basta uma colher e a companhia de iogurte e pistáchios para o mistério ser desvendado. Mas por uma vez o suspense adensa-se. Resolvo que as minhas jóias da coroa merecem ser prato principal. Crocantes e doces, encimam um arroz pilaf de frango e amêndoas abençoado pelos deuses.

O pilaf é um prato oriundo do Médio Oriente, com uma base de arroz ou bulgur, onde podem ser misturados vegetais ou carne e diversas especiarias. A técnica de confecção é simples e implica apenas fritar o arroz ou o bulgur em manteiga ou outra gordura antes de cozer em caldo ou água.

Pilaf

Arroz pilaf de frango, amêndoas e romã
Adaptado ligeiramente a partir de uma receita de Nigella Lawson, Kitchen

Serve 2, como refeição

1 colher (sopa) azeite
1 cebola pequena, picada finamente
1/4 colher (chá) cominhos moídos
1/4 colher (chá) sementes de coentros moídas
1/4 colher (chá) tomilho seco
125g arroz basmati
500ml caldo de frango (ou legumes)
150g frango cozido, desfiado
sal e pimenta preta, moída na altura
2 colheres (sopa) amêndoas laminadas, tostadas na frigideira
1 colher (sopa) salsa picada, para servir
3 colheres (sopa) sementes de romã, para servir

Aqueça o azeite em lume brando, junte a cebola e mexa até esta começar a ficar translúcida (cerca de 5 minutos). Adicione as especiarias e mexa (2-3 minutos). Acrescente o arroz. Com uma espátula, mexa para envolver na mistura de cebola e especiarias e deixe o arroz ficar brilhante. Junte o caldo, mexa e tape. Coza por 15 minutos em lume brando. Adicione a carne e com um garfo misture bem. Deixe por 5 minutos até a carne aquecer e o arroz acabar de cozinhar. Tempere com sal e pimenta. Retire do lume e deite as amêndoas, a salsa e metade da romã. Envolva tudo e polvilhe com a restante romã para servir.

Pilaf

11 comentários:

  1. Adorei o texto!!! E sabe de uma coisa, essas sementinhas me lembram caviar tbm. Sempre que como me sinto numa riqueza só!!! hahahah

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. Eu gosto muito de fazer pilafs quando tenho sobras de carne. Resultam sempre bem, gosto muito com bulgur. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Nunca fiz pilaf, nem com arroz, nem com bulgur. Também não costumo comer romã, nem sozinha, nem acompanhada. Mas depois desta receita, destas fotos, desta conversa...acho que vou passar à acção! Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Essas imagens estão dando água na boca! Suas receitas me encantaram!

    Já estou te seguindo

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Que arroz lindo, adoro o colorido que a romã confere aos pratos. Já para não falar do delicioso sabor :)

    ResponderEliminar
  6. Que precioso plato me encantó,los ingredientes arroz y granadas es exótico una maravilla,adoro tu blog una bendición ,abrazos y cariños.

    ResponderEliminar
  7. uma refeiçao bem saborosa. perfeito para mim:-)
    beijinhos e um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. Que lindo texto. Aos poucos a leitura foi nos envolvendo em uma linda bruma, e terminou com esta linda receita, corpses com pequenas gemas preciosas. Adoro pilafs, são uma das lindas formas de comermos arroz. Me agradam mais que risotos.

    ResponderEliminar
  9. Perdão mas anode esta 'corpses' have escrito 'coroada'. O danado do iPad me passou a perna

    ResponderEliminar
  10. Obrigada a todas pelas simpáticas palavras. :))

    @Valentina, o malandro do IPad não te dá descanso *risos!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!