12.7.18

Mar de Rosas: a felicidade em tons de Rosé

Mar de Rosas, Casal de Santa Maria

A manhã acordou solarenga e a viagem para Colares faz-se serenamente, com a Serra de Sintra no horizonte e o Atlântico ali ao lado. A estrada sinuosa vai acompanhando a linha de costa, desenhando-se por entre o verdejante da paisagem e uma ou outra casa a pontuar o caminho, até chegar às vinhas mais ocidentais da Europa continental. No Casal de Santa Maria faz-se vinho abençoado pela brisa marítima e pelo clima particular da região, com milhares de rosas por companhia. São elas que dão nome ao vinho rosé que marca a chegada de Nicholas Von Bruemmer à quinta. Mar de Rosas é a homenagem singela ao seu avô, cuja visão juntou as vinhas às rosas e lhes deu forma de vinho.

Nascidas do desejo do Barão Bodo Von Bruemmer, as vinhas do Casal de Santa Maria foram plantadas no início deste século quando o fundador da quinta chegou aos 95 anos. Havia de cuidar delas e tornar-se num produtor de vinhos muito especiais nos dez anos seguintes, acompanhando o crescimento de castas como a autóctone Malvasia, o seu famoso Chardonnay ou o excelente Pinot Noir. A localização perfeita, nem sempre fácil para as videiras, deu azo a brancos frescos e vegetais, tintos complexos e um colheita tardia elogiado pela sua particular acidez. Já o bonito rosé de cor salmão, na melhor tradição da Provença, nasce da vontade de Nicholas de fazer um vinho para ombrear com os rosés franceses. Nas suas palavras, um vinho complexo mas que convide à festa e que possa ser partilhado de forma alegre e despreocupada.

Mar de Rosas, Casal de Santa Maria
Mar de Rosas, Casal de Santa Maria

It's never too late é o mote escolhido para o primeiro vinho feito segundo as ideias do novo Barão. Porque nunca é tarde para começar de novo e nunca é tarde para acreditar nos sonhos. A grande mudança na vida de Nicholas Von Bruemmer e da sua mulher Myriam aconteceu no final de 2016 quando, após a morte do Barão Bodo Von Bruemmer aos 105 anos, resolveram mudar-se da Suíça para Colares. No Casal de Santa Maria fizeram a sua casa e apostaram no enoturismo que recebe visitas às vinhas, ao roseiral e à adega e oferece diferentes provas dos seus vinhos.

No dia que fomos conhecer o bonito Mar de Rosas, a natureza brindou-nos com um mar a perder de vista (sem as habituais neblinas) e muitas rosas em floração. Ainda que a meteorologia possa ser peculiar neste canto do paraíso, não há como não morrer de amores pela delicadeza serena da quinta e pela simpatia natural dos seus proprietários. Sobre o vinho que nos traz cá, o sorriso confiante e orgulhoso de Nicholas deixa transparecer a felicidade pelo resultado obtido pela equipa de enologia composta por Jorge Rosa Santos e António Figueiredo. Mas que rosé é este que harmoniza com peixes e mariscos e pede um ambiente festivo?

Mar de Rosas, Casal de Santa Maria
Mar de Rosas, Casal de Santa Maria



Mar de Rosas é um vinho feito a partir de 3 castas, Touriga, Syrah e algum Pinot Noir, trazendo no seu ADN oceânico a salinidade que se sente e um toque mineral muito interessante. Sobre a cor, já referida, pode dizer-se que faz jus ao desejo de Nicholas Von Bruemmer e mostra todo o seu esplendor em copo. Digno de menção, o rótulo é um trabalho de Rita Rivotti e faz alusão ao mar numa onda de rosas que avança para a elegante chancela do Casal de Santa Maria. Inspirado e inspirador como o vinho ao que dá rosto. As 2000 garrafas produzidas serão disponibilizadas também em tamanho double magnum num piscar de olho aos encontros bem-aventurados e horas de alegria com amigos e família!

Mar de Rosas, Casal de Santa Maria


Para além da (muito recomendada) visita à quinta, no Casal de Santa Maria é possível reservar refeições para conhecer à mesa os vinhos. É que a dimensão gastronómica deste Mar de Rosas dá-lhe um novo perfil quando é associado a um gaspacho delicado (sem preponderância do pepino), reforçando as notas de fruta, ou quando assume especial protagonismo em harmonização com o doce do peixe cozinhado em leite de coco, servido como prato principal. O desafio de qualquer vinho é também o seu lugar à mesa e a conjugação com diferentes ingredientes e pratos. Se o gaspacho ressalva a fruta, o peixe traz a mineralidade a primeiro plano. Mas é na sobremesa, uma mousse de maracujá com framboesas, que melhor se percebe a versatilidade deste rosé e as suas múltiplas faces.

Com a gloriosa luz da tarde fica ainda mais difícil deixar o terraço do Casal de Santa Maria e a conversa animada de copo na mão. Felizmente há uma fonte dos desejos ali mesmo ao lado. Sem lançar uma moeda, prometemos voltar no mesmo dia em 2019!

Mar de Rosas, Casal de Santa Maria
Mar de Rosas, Casal de Santa Maria

Visitas guiadas, com prova de vinhos incluída, a partir de 15 euros por pessoa.

--
Casal de Santa Maria
Rua Principal, nº 18/20
Casas Novas-Colares – Sintra
Portugal


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!