27.5.11

Alcachofras recheadas alla romana ou um estudo em verde

Alcachofras // Globe Artichokes

Verdes são os campos. Da cor de limão. Verde a perder de vista. Uma combinação de azul e amarelo. Na natureza é tempo de celebração. Uma época do ano incomparável, com tantos vegetais e frutos numa profusão de tons sem igual. Uns prontos a usar e outros ainda em fase de amadurecimento. Que traz o Verão. Verdes alcachofras. E o seu coração. Esquecidas e nem sempre compreendidas, são flores do desejo. Difíceis de preparar e misteriosas no comer, em pétalas que devem ser destacadas e comidas enquanto se deixam comer. Isso que comeis. Não são ervas, não. São graças dos olhos. Do meu coração.

E levo comigo lembranças da cidade que nunca dorme. Das duas nova-iorquinas que partilham uma entrada num restaurante elegante num Setembro qualquer. Uma alcachofra e uma pequena taça de maionese de mostarda e limão. Pétalas que se retiram e que passam pelos dentes de quem retira o melhor que a alcachofra pode oferecer. O reviver de um almoço inesquecível. As alcachofras têm aparecido no mercado nestas duas últimas semanas e cá em casa temos comido assim e alla romana. Que é como quem diz, estufadas em vinho branco com ervas e alho.

Alcachofras recheadas alla romana



Alcachofras recheadas alla romana
Adaptado livremente de Biba Caggiano, Biba's Italy

serve 4, como entrada

4 alcachofras médias
1 limão
1 colher (sopa) salsa picada
3 colheres (sopa) hortelã picada
2 dentes de alho, finamente picados
50ml azeite
125ml vinho branco
200ml água (ou mais, conforme necessário)
sal e pimenta preta moída na altura

Numa tigela pequena, combine a salsa, a hortelã, o alho, o sal e a pimenta e o azeite. Numa outra tigela maior, coloque água até metade e o sumo de meio limão. Junte o limão espremido à água.

Arranje as alcachofras (ver vídeo). Apare o caule e remova a pele com um descascador. Remova as folhas junto ao caule. Com uma faca, apare cerca de 1,5 cm da parte superior da alcachofra e, com uma tesoura, corte as pontas aguçadas das folhas. Com a otra metade do limão passe todas as zonas cortadas para evitar a oxidação. Coloque a alcachofra arranjada na água com limão e proceda de igual modo com todas as restantes.

Recheie a cavidade de cada alcachofra com 1 colher chá da mistura de ervas e azeite. Coloque a alcachofra, com a parte cortada para baixo, num tacho de fundo grosso onde caibam todas as alcachofras sem se sobreporem e sem "caírem". Repita o procedimento com todas as alcachofras. Adicione o vinho, a água e amistura que sobrou. Tape e deixe cozinhar em lume brando 25-30 minutos ou até as folhas se destacarem do caule quando puxadas. Verifique ocasionalmente se não necessita de adicionar extra água. Sirva morno ou à temperatura ambiente.

--

Outros vegetais recheados:

Pimentos recheados com Arroz Selvagem, Brócolos e Feta
Flores de curgete recheadas com Ricotta e manjericão
Beringelas recheadas com queijo creme e manjericão

Stuffed Red Peppers with Wild Rice, Broccoli and Feta Courgette Flowers // Flores recheadas beringelas recheadas // stuffed aubergines

6 comentários:

  1. Querida Suzana! Se soubesses o quanto admiro as fotos que tiras. Se soubesses como eu gostava de gostar de alcachofras....e de as saber preparar. Mas tu sabes. E isso consola-me. Um beijinho de bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Suzana, que lindo post. A começar, pela referência a este lindíssimo poema, um dos mais bonitos de Camōes. Quanto ao seu texto, belíssimo. As fotografias, magníficas, como sempre. Bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  3. A primeira coisa que me encantou foi a primeira foto, fiquei fascinada, depois o facto de nunca ter comido uma alcachofra, apetece-me experimentar mas tenhoo velho receio de não ser capaz, enfim coisas tontas.
    Por fim o texto excepcional e a referência a um poema lindo.
    Tudo me parece perfeito.
    Beijocas e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Suzana, é sempre um momento de deleite quando abro um post teu.
    Obrigada por tanta beleza.
    E por reforçares o meu desejo de cozinhar alcachofras. Ainda não as encontrei, mas tb já tinha andado no youtube a ver como domar a dita.
    A Primavera é mesmo imparavél! Amanhã sai sopinha de beldroegas cá em casa. :))
    Bjs. grande.

    ResponderEliminar
  5. Querida, as tuas imagens e linguagem se casam . Lindas, delicadas, inspiradoras. Nunca fiz alcachofras. Elas me dão nervoso. De dar errado. Mas adoro o sabor.

    ResponderEliminar
  6. Nunca comi, nunca fiz, poucas vezes as encontrei no meu caminho e delas fugi :) As fotos são fantásticas, o texto ainda melhor, dá vontade de tudo!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!